O Sangue dos Vampiros - clique aqui

O Sangue dos Vampiros - clique aqui
conheça mais sobre o livro O Sangue dos Vampiros - 2017

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

domingo, 21 de dezembro de 2008

A procura da vampira Dark Rose – Parte 2



Lord Dri sai do avião coberto por uma manta e vai até um carro com os vidros especiais que o protegem dos raios solares.
Lady Dry usava muito este transporte para passear pela cidade. Agora, Lord Dri aproveita deste transporte e de todos os bens da vampira para se proteger.
O Carro entra no subsolo de um prédio na Avenida Paulista, toma o elevador e aperta para ir até o 13º andar. Porém o elevador pára no térreo e dois homens armados atiram sem piedade. o impacto das balas joga o lord para o fundo do elevador quebrando todos os vidros. Quando os homens se aproximam ele os agarra jogando cada um para os lados batendo a cabeça eles perdem os sentidos e o vampiro toma-lhes todo o seu sangue.

Ele aperta o botão do elevador novamente e segue o seu caminho com tranquilidade até chegar no seu andar. Um garçon estava na frente da porta do elevador e o lord diz cuidadosamente.

- Cidade Violenta.


-----------------* ----------------------------

Quando Lord Dri consegue abrir a porta do apartamento emprestado pela Lady Dry ele escuta o chuveiro ligado.

Aos poucos ele se aproxima do banheiro e vê através do box um corpo feminimo com as curvas perfeitas... Ele conhece aquela vampira.

Mortícia. Uma das vampiras mais perigosas do pais. Bem ali. No banheiro da Lady Dry. Ela abre um pouco a porta do box e diz:

- Estava esperando a sua visita.

- Como sabia que eu viria?

- Dry me avisou. Disse para eu cuidar de você. Parece que você estava obsecado por uma vampira que você mesmo transformou.

- É! Existe mesmo um pouco de verdade nisso. Posso pegar um vinho?

- Claro... Sirva dois copos. Logo vou sair.

Lord Dri enche os dois copos e fica observando a vista da cidade. A janela tinha mais de quatro metros de largura. Quando ele olha para trás vê a vampira Mortícia. com apenas uma toalha pegando o copo de vinho.

Ela segura o copo bem perto do seu rosto e comenta:

- Faz tanto tempo.

- Nem tanto... Você continua perfeita e... Perigosa.

- Lord! Meus tempos de espiã acabaram isso foi na segunda guerra.

- Realmente faz tempo mas de que lado acabou ficando?

- Do meu querido. É claro!

Mortícia deixa o copo na mesa e caminha para os braços do lord.

- Então você está procurando uma vampira... Finalmente você se rendeu a uma.

- Acho que isso não vem ao caso no momento.

- Relaxe querido... Venha para o quarto e podemos conversar como... Adultos.

- Eu nunca consigo dizer não para você Mortícia.

Os dois vampiros começam a se conhecer nos toques e desejos. Suas mãos passeiam pelos corpos úmidos e cheio de prazer. Eles sabem que mesmo eternos a necessidade do contato sexual é sempre um presente que deve ser aproveitado em demasia. Pois a imortalidade é presente de poucos.

Mortícia joga Lord Dri na cama, logo em seguida ela liga o aparelho de som e a musica "Your Body" começa a tocar... Ela sabe seduzir um homem muito bem e vai aos poucos retirando o seu roupão logo em seguida ela deita com o lord acariciando os seus cabeços em dá um longo e demorado beijo... As mãos do lord sentem todas as curvas de Mortícia e juntos eles flutuam mostrando aos humanos que seus poderes eróticos se misturam com as energias e fluídos trocados enquando se acariciam, recebem mais poderes, um do outro causando efeitos colaterias como flutuar descontroladamente. Deixando os dois percorem o quarto por todas as paredes.

Os dois vampiros soltam um estrondoso gemido que é ouvido por todo o quarteirão.

Depois de algum tempo. Lord Dri beija o pescoço da Mortícia e caminha pela sala... Ele pensa na Dark Rose... O que ele irá dizer? Será que ela ainda é a mesma?

Seus pensamentos são interrompidos com a chegada da Mortícia que o abraça...

- Seus pensamentos estão muito distantes querido.

- Mortícia... As vezes eu não sei o que estou fazendo.

- Olhe para mim Meu lord. As vezes os vampiros procuram a sua alma através das pessoas que conhecem. Talvez a sua esteja perdida. Mas eu posso lhe dar uma melhor.

Os dois se beijam. O telefone toca e mesmo se beijando lord Dri tenta alcançar o telefone.

- Sim!

- Olá querido gostou do apartamento?

- Ah.. sim Dry! Muito interessante a hospitalidade brasileira ainda continua a mesma!

Morticia interrope e começa a beijar o pescoço do Lord. Mesmo assim ele ainda tenta falar com a Lady Dry.

- Parece que estamos sempre no verão por aqui... o calor é impressionante.

- Pensei que o ar condicionado estivesse ligado.

- Ah... Sim! está é que eu estava fazendo uns exercícios.

- Dry deixa que eu cuido dele.

Lord fica surpreso e pede para a Morticia ficar quieta.

- Mortícia ainda está ai?

Mortícia pega o telefone e fala com Dry.

- É verdade eu ainda estou aqui... Eu ia apenas mostrar o apartamento para ele mas é... tão... - morticia olha para o corpo do vampiro e diz... Tão grande.

Lord toma o telefone da Mortícia e fala rapidamente:

- Mas ela já estava de saida não é Mortícia.

- Hum! Só se você quiser.

Dry comenta:

- Bom... Vou deixar vocês se entenderem. Qualquer coisa me liguem. Ah. e lord!

- Sim Dry.

- Vai gostar de saber que reservei um Aston Martin para você na garagem do prédio. Use o quanto quiser.

- Obrigado Dry. Garanto que não irei arranhar a pintura.

Morticia complementa:

- Eu não garanto nada. Adoro garagens. São tão... Umidas.

Ao chegarem na garagem Lord entra no Aston Martin e diz para Mortícia.
- Se eu não voltar até amanhã avise a Dry... Ela saberá o que fazer. Faz muito tempo que não vejo a Dark Rose. Por isso... Tudo pode ser uma grande surpresa.

----------------*------------------------------------


Continua...

Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo