Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

sábado, 17 de janeiro de 2009

A Deusa dos Vampiros – Parte 04 Por Adriano Siqueira



Lord Dri, Mortícia e a Deusa Mercy olham para o míssil que estava indo em direção a lua.
Ele comenta com as vampiras:
- Temos que deter este míssil. Não sabemos o que acontecerá com este mundo caso a lua desapareça.
Mercy completa:
- Meu querido rei. A lua é a única maneira de irmos para o meu mundo. Ela é o portal que une este mundo com o meu.
Mortícia conclui:
- Lord! Temos que deter este míssil mesmo! Eu não vou agüentar esta vampira em nosso mundo eternamente. De jeito nenhum. Nem Viva!
Mortícia se afasta dos dois e alça vôo em direção ao míssil. Mercy abraça o Lord e diz sedutoramente:
- Enfim sós meu rei! Vamos para o seu apartamento terminar o que começamos.
- Não tenha duvidas de que é um convite tentador Mercy. Mas temos um probleminha de catástrofe mundial para resolver.
- Tudo bem meu rei. Resolveremos este probleminha e depois você resolve o “meu” probleminha.
- Acho que estou tendo problemas demais para um vampiro!
Mercy dá um beijo na boca do Lord. E eles ficam abraçados por um tempo até que o lord se afasta e faz um gesto com as mãos para esperar... ele se afasta olha para os lados, olha para o alto e diz:
- Não adianta! Não consigo ficar tranqüilo equanto a mortícia vai sozinha na direção daquele míssil. Eu sempre quis ter uma vida normal de vampiro, sem se preocupar com as idiotices da humanidade. Vampiras! Era tudo que eu queria. Aventuras com elas e como me tornar um vampiro melhor. Mercy! Eu odeio isso!
Mercy abraça novamente o Lord e diz:
- Mesmo sendo um vampiro normal você se porta como um rei! Eu o amo meu lord... Meu rei... O que esta sentindo só os grandes imperadores sentem. Você será eternamente um rei por dentro.
Lord sorri, olha para o céu e voa com uma velocidade que supera a do som. Ele alcança a Mortícia em segundos. A segura e voa com mais velocidade até chegar ao míssil.
- Mortícia. Preste atenção. Estamos saindo da atmosfera entendeu?
- Sim eu já estava ficando sem ar...
- Calma mortícia. Estamos sentados no míssil. Nós não precisamos de ar para respirar entende... é importante que você saiba disso. Suas ligações humanas ainda ficam na sua cabeça por muito tempo. O costume que temos de imitar os humanos acabou por acharmos que respiramos entende?
- Sim eu estou entendendo... como faço? Prendo a respiração e só?
- Não... não precisa apenas reaja como se tivesse ar entende?
- Mas eu sinto a falta do oxigênio e está frio... e a minha voz.. ela esta falhando...
- É comum. Podemos falar com a mente. Apenas haja como se tivesse falando normal... mexa a boca a voz não vai sair dela vai sair pela mente... temos uma ligação que quase nunca os vampiros não usam.
- Eu não consigo respirar...
Mortícia começa a se debater como se estivesse afogando. Lord a segura e diz.
Concentre-se Mortícia... respire normalmente como fazia... normalmente...
Mortícia se acalma aos poucos... o Lord vai soltando ela devagar. Ela respira muito... O Lord pede para que ela volte a respiração normal até que ela para de se debater e olha para os lados sem poder entender muito o que estava acontecendo.
- Como eu posso estar respirando? Não tem ar aqui!
- É que você nunca saiu fora da órbita terrestre. A convivência com o mundo lá embaixo deixa os vampiros meio... Limitados. Veja... você está falando comigo e eu estou ouvindo perfeitamente mesmo sabendo que não estamos emitindo som algum. Falamos com a mente. Mesmo assim, eu mexo meus lábios por costume mesmo.
- Eu amo você lord. Você tem tanto a ensinar. Seu corpo, seus olhos, o jeito que fala...
- Mortícia... mesmo não falando eu estou ouvindo seus pensamentos.
- Ups! Ah. Desculpe meu Lord mas já que ouviu... Estou sentindo um pouco de frio aqui! Não quer me aquecer?
Mortícia começa a beijar o pescoço do lord e vai desabotoando a sua roupa. Eles começam a se tocar em cima do míssil. Seus beijos ficam quentes. Seus corpos se movimentam lentamente, o prazer que eles sentem nenhum humano poderia sentir. Os toques sensíveis. A intensidade do desejo sempre aumentando, sempre impulsionando para mais e mais prazer. Até que os dois juntos gritam mesmo sabendo que não haveria som. Parece que o universo todo ouviu os gritos de prazer. Mortícia abraça o lord e eles ficam vendo a terra.
- É lindo não é Mortícia?
- É sim meu Lord. E espero fazer isso mais vezes.
- Prometo pegar carona em todos os mísseis que saírem da terra!
- Por falar em míssil... como vamos deter este?
- Sabe... É uma boa pergunta!
Lord abre uma porta pequena que mostra muitos chips ligados em placas.
- Mortícia! Eu conheço muito de vampiros mas de bombas...
- Eu conheço meu lord mas, não tenho boas notícias. Não podemos desarmá-la, mas podemos desviar a sua rota.
- Isso já ajuda.
- Não exatamente. Seja lá qual lado o míssil vai a detonação tem o tempo certo. Ele vai explodir perto da lua de qualquer jeito. Pois ela vai detonar através do tempo e não do impacto.
- Isso não é mesmo uma boa notícia.
- Espera meu amor... A sua rainha... A Mercy será que ela...
- Não... Eu não vim até aqui em cima para depois pedir ajuda para a rainha.
Mortícia abraça o Lord e enche ele de beijos.
- Orgulhoso! Orgulhoso! Eu amo você quando fica assim tão herói, guerreiro. Mas talvez ela consiga resolver. Ela é uma rainha. E eu amo você mesmo não sabendo como desarmar esta bombinha... E estamos aqui perto desta lua brilhante...
- Espera ai! Mortícia, você disse brilhante? Minha nossa! Ela brilha por causa do Sol... Não fomos atingidos ainda pois a terra esta na frente mas logo vamos sentir os raios do Sol! Temos que nos esconder!
- Mas onde?
Os primeiros raios do Sol começam a aparecer acima da terra. Eles ficam olhando para os lados. Procurando uma saída. Lord vê um anel gigante se formando a frente do míssil.
Antes que ele diga algo eles entram no meio do anel e desaparecem.

Lord Abre os olhos e vê muitos vampiros armados a sua volta. Mortícia fica abraçada a ele e um dos vampiros se aproxima e pergunta.
- Então você veio! O Lord Dri que a rainha sempre procurava! O vampiro levanta os braços para que os vampiros tenham a sua atenção.
- Vampiros! Este vampiro da terra. Chamado Lord Dri! Deve ter assassinado a nossa rainha Mercy e queria destruir nosso mundo. Vejam! Ele trouxe até uma bomba com ele.
E o vampiro mostra o míssil para todos deixando o Lord realmente assustado. Ele olha para o lord e aponta a arma para ele.
- Agora Lord Dri. Você vai morrer! Mas antes... Desarme aquela bomba!
- Claro! Mas será que vocês, por um acaso, não teriam internet ou algo mais arcaico como por exemplo... Páginas amarelas?




Continua...
Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo