Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

O Pacto com o Desespero

O Pacto com o Desespero


─ Alô!
─ Valéria! Sei que acabou de chegar em casa e está sozinha.
─ Q-quem é?
─ Neculai!
─ Então a minha hora chegou.
─ Foi você que me chamou. Com seus comentários provocativos e certos acontecimentos que não deveriam acontecer. Sobre este Vampiro que está desviando o destinos das pessoas. Sobre o Medo e o desespero. Você sabia que eu iria encontrá-la.
─ N-não deveria ter ligado. Pode pagar por isso.
─ Sei bem o que estou fazendo Valéria. Sabe bem que no final de nossa conversa eu irei me alimentar. Não existe nada, nada mesmo, que possa fazer. É o seu destino.
─ E-eu... Nunca estou sozinha.
─ Sei bem disso Valéria. Eu conto com isso. É exatamente este o motivo da minha ligação. Você é apenas um link.
─ Todos sentem arrepios quando fala com eles.
─ Não sou todos! Sou Neculai! Agora... Deixe acontecer Valéria.
─ Ha ha ha ha ha ha ha ha... Ne-cu-lai!!!
─ Deve ser importante querer falar comigo Demônio. Para possuir uma mulher tão jovem.
─ Demônio? Não nos insulte. Somos o próprio Inferno.
─ Deveriam subir para a Terra. Deixar de ver tudo pela TV e ver o show que estou fazendo com os humanos ao vivo.
─ Escute Neculai! Escute bem. Nós estamos preocupados com os nossos. Você não pode sair por ai pegando todos que você quer. Deve seguir algumas regras.
─ As únicas regras que sigo São Sangue e Desespero!
─ Neculai... Neculai,,, Escute bem. Você não está falando com os humanos! Você não vai fazer nada com os nossos!
─ Vocês se importam muito com os humanos. Ou melhor dizendo. Vocês se importam com a alma deles. Estou cortando o tempo de vida deles. O contrato de vocês é inútil se eles morrerem antes do prazo planejado.
─ Negócios são negócios. Você é um empecilho. Algo que não poderia existir. E se continuar com suas regras nos iremos acabar com você.
─ Estou sendo ameaçado por uma mulher de 20 anos? Porque é isso que você é agora.  Sei que quando possui alguém seus poderes dimuniem.
─ Possui este corpo para poder negociar com você.
─ O que você poderia fazer caso eu recusasse as regras de vocês?
─ Possuiríamos todos os corpos para quem vai ligar. Riríamos da sua cara e você ficaria sem o desespero que tanto te alimenta e o deixa saciado. Ha ha ha. Deixaríamos o Neculai com fome! Amargurado! Sem jogos e brincadeiras! Seria tão bom ver a sua cara. Ver que quem domina este mundo somos nós e não você.
─ Meu prazer está em escolher quem eu quero. Não teria a mesma graça em escolher só quem vocês autorizam.
─ Então vai recusar nossas regras Neculai? Prefere passar fome. Prefere... Morrer.
─ Eu prefiro ter minhas escolhas.
─ Escolher a Valéria é um erro. Temos um pacto. Ela deve viver mais. Ela é nossa! Se desligar agora entenderemos que temos um trato.
─ Vou desligar então.
─ Nós sabíamos que iria aceitar nosso acordo Neculai. Verá que não será tão ruim Neculai. Podemos até incluir uma lista de contatos que irá achar bem interessante.
─ Sim eu imagino que vocês tenham uma boa lista de contatos mas antes tenho algo a dizer.
─ Somos todos ouvidos... mas... O que você quer pessoalmente? Largue este corpo Neculai! Não faça nada!
─ Saia do corpo dela ou vai morrer junto com ela.
─ Ha ha ha você vai morrer Neculai. Ha ha ahhhhhhhh Quem é você por favor não me machuque! Afaste-se!
─ Vejo que conhece o inferno Valéria. Agora você vai conhecer o Neculai. Achou que eu faria um pacto com seus demônios? Achou que sairia viva do nosso encontro? acha que se você você morrer vai para o inferno? Não não não vai. Não não não vai.
─ P-por favor eu faço qualquer coisa...
─ Neste seu celular tem os contatos que preciso. Agora... Gosta de emoção? Enquanto falávamos. Meus amigos... Advinha. Contaram para todos os vizinhos quem você é... Minha ajudante. A mulher que encobre os crimes do Neculai. Agora os vizinhos estão na porta. Querem falar com você. Estão com pedras, armas e pedaços de madeira. Está ouvindo os gritos? Gritos de raiva. Gritos de ódio. Eles querem você Valéria.  
─ Não faça isso por favor não me entregue para eles. Por favor por favor não n....
─ Escutem demônios! Escutem o som do desespero. Sintam a perda desta alma.
─ Ahhhhh!
─ Sim! Sim! Este grito foi estupendo! Grandioso! Magnifico! E o gosto do seu sangue Valéria... É tão especial e tão saboroso, Escutem bem demônios! Eu farei isso com todos. Todos que vocês possuírem para me atrapalhar. Ficarão sem suas almas. Pensem nisso quando estiverem no meu caminho novamente! Nossa... Falei muito bem agora. Acho que vou gravar para mostrar para os meus fãs.




Por Adriano Siqueira



Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo