O Sangue dos Vampiros - clique aqui

O Sangue dos Vampiros - clique aqui
conheça mais sobre o livro O Sangue dos Vampiros - 2017

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

segunda-feira, 30 de março de 2015

A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison - Enéias Tavares - Resenha de Adriano Siqueira

A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison - Enéias Tavares
Resenha de Adriano Siqueira



Conheci o livro "A Lição de Anatomia do Temível Dr. Louison"do autor Enéias Tavares na Bienal do Livro 2014, . Este livro foi vencedor do concurso Fantasy Casa da Palavra.

A capa é muito bem desenhada mas embora existam armas nas mãos e poses que remete a muitas aventuras o livro não é bem assim.

A Diagramação foi bem produzida mas a fonte Título dos capítulos são extremamente alargadas e quando chega nas partes das Cartas e nas Gravações ficam sendo usadas em excessos e a fonte fica cansativa. Acredito que a fontes títulos quando chegassem nesta parte das cartas deveriam ser mais discretas, mas isso cada um tem sua opinião.  Quando chega na página 223, 224 e 225 os textos ficam todos riscados em preto e achei isso um exagero que, se for visto em excesso acaba dificultando um pouco quando passa para o próximo capítulo. Acho que o diagramador deveria ter dito que aquela parte seria censurada e pronto. Acredito que seria caro para a editora se diagramasse algo como se fossem documentos mesmo e aí sim poderiam usar este efeito sem problema e ficaria positivo.  

A história conta que um jornalista (do jornal chamado "O Crepúsculo") chamado Isaías Caminha deve entrevistar o Dr. Louison e com isso o jornalista vai narrando toda a viagem bem ao estilo Noir e usando muito o "Como se" em quase todo o livro. Eu fiquei impressionado "como se" fosse o primeiro livro Steanpunk que li. E assim vai.

O estilo Bram Stoker Drácula é bem claro. Cartas, cartas, cartas e cartas. Sim; Tem Gravações Gravações também. Mas o livro tem pouca ação e embora o livro seja escrito com muita narração o Excesso de Aspas substituindo os travessões deixou o livro mais lento. Se o autor Enéias tivesse usado travessões seria mais rápido de ler. Assim penso. 

O início do livro é moroso. O escritor Enéias queria mostrar como é o mundo Steampunk e estendeu isso por um bom tempo. Até a página 40 ele ainda dava detalhes sobre a viagem do jornalista. Isso seria bom se durante o livro estas explicações fossem usadas durante o livro. Mas não foi. Depois que começam as cartas e gravações no meio do livro para a frente as maquinarias do Steampunk foram poucos usados. Acredito que Futuramente o autor utilize mais o cenário steampunk para ser mais usado na história. 

O Dr. Louison tem o estilo calmo e calculista e ateu (como diz na página 263). geralmente este é o perfil psicológico dos grandes Doutores já conhecidos. o Doutor Hannibal Lecter, Doutor Moriaty O Doutor Phibes, também são assim. Isso não trouxe muitas surpresas. 

Na página 91 vi um exageros de palavras que começam com a letra "T" fazendo algo do tipo "O rato roeu a roupa do rei..." só que com "t" Ditas pelo Dr. Louison que achei desnecessário e ficou um pouco cômico. Isso tirou um pouco a seriedade do Doutor Louison mas isso vai do estilo do personagem visto pelo autor.   

Me agradou muito os personagens que já participaram de livros famosos de outros autores. Ficou um crossover interessante e isso poderia ser mais explorado. É claro que falta estilos "A liga extraordinária" nos livros de fantasia nacional e bem trabalhado, as histórias seriam curiosas de ler. Acredito que o autor Enéias receba elogios por elaborar bem esta façanha. 

Os personagens estavam bem trabalhados o Enéias sabe muito bem dar detalhes sobre cada um e não ficou dando muitas extensões cansativas sobre isso e ele soube descrever bem cada personagem. 
São citados alguns autores como o Nietzsche e Dante Alighieri.

Eu li o livro em pouco tempo. Enéias Tavares escreve muito bem e tem um jeito que atrai o leitor a continuar lendo até o final. Seus textos neste livro chegam a ser um pouco poético e percebi que ele usa algumas palavras como se fossem escritas como antigamente como por exemplo "Photografia". Eu achei isso um charme interessante na leitura. Era isso que para mim significava que era um livro Steampunk. 

Recomendo o livro para a leitura pois é um livro que raramente se encontra no mercado atual. 
Abraços:  Adriano Siqueira.



Eu e o autor Enéias Tavares no lançamento 
de seu livro Na Bienal do Livro - 2014


Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo