O Sangue dos Vampiros - clique aqui

O Sangue dos Vampiros - clique aqui
conheça mais sobre o livro O Sangue dos Vampiros - 2017

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Como é escrever uma história de Horror?



Como é escrever uma história de Horror?


Escrever uma história de horror que arrepie e deixe o leitor pensando nela por algum tempo, é o que muitos escritores tentam passar em suas linhas.
Existem muitas histórias arrepiantes e macabras que se transformam em verdadeiras lendas da narrativa, atraindo mais e mais leitores até ficar tão famoso que a história começa a expandir nas mídias e em redes sociais. 
Para que uma boa história de horror faça um bom sucsso deve se ter apoio para conquistar leitores. O apoio deve vir de sites, blogs, vlogs, sobre o tema. 
Claro que é difícil chegar até a massa de informação e o escritor não tiver uma bagagem ou conteúdo já conhecido entre eles. Mas isso não é tudo. A propaganda do escritor com os seus leitores é muito importante. Um leitor que aprecia a história, geralmente indica para os seus amigos e se a história for realmente fantástica, muitos vão querer ler. 

Talvez a minha história como escritor ajude um pouco. 
Quando comecei a escrever em 1996, a internet ainda estava surgindo no Brasil. Escrevia poucas linhas, eram pequenos contos que eu costumava a divugar em servidores locais. As conhecidas BBS´s. 
Nestes locais eu já tinha leitores e com o surgimento da internet. veio tambem a facilidade de contruir seu próprio espaço para colocar seus textos. O Geocities foi uma boa plataforma para colocar as histórias e com um espaço pronto e endereço eletronico, tudo ficou mais fácil para divulgar. 
Procurei sites que tinham algo em comum com os meus textos e solicitei divulgação trocando banners ou mesmo colocando os links do meu site. Com isso apareceram mais leitores e também mais escritores. As amizades foram surgindo e os textos estavam fazendo um bom sucesso. 

Ir em eventos sobre o tema pode aproximar mais os amigos e assim você também conhece grandes personalidades. Com um bom público tudo fica mais fácil para escrever e divulgar seus escritos.

Uma boa história de horror precisa ter sangue? 

Eu gosto de muitos estidos de histórias de horror. Algumas tem muito sangue e outras nenhum. O horror psicologico também arrepiam bastante e nem sempre tem monstros terriveis e assustadores, porém a história causa arrepio e medo da mesma forma como se tivessem monstros insanos armados e perigosos.
Nas hisórias de horror que mexem muito com a loucura e a insanidade, atormentam os personagens e o leitor. Geralmente tudo na história é uma passagem para o pavor e os personagens entram em uma psicose amendrontradora que os leva a insanidade deixando todos ao redor com medo. O escritor mostra que o medo não vem só do personagem, mas também das pessoas, objetos, lugares e tudo mais que a mente deturpa e transforma em um perigo inexistente, mas mortal. 
O horror existe em muitas formas. Uma epidemia, um psicopata, Serial Killer, Monstros criados com lixo tóxico, Monstros do espaço ou do fundo do mar. De todas as formas e aparências o monstro nem sempre é uma criatura horrenda, as vezes pode ser uma pessoa com uma beleza encantadora mas com um gênio monstruoso e apavorante. 
Temos, em nossa mente, uma montanha de cosas que nos deixam com medo. Muitas são relacionadas com o cotidiano. Esses medos nos dão coragem para ir em frente e lutar para que nada do que temos medo nos atinja. O medo pode aparecer sem avisar. Se algupem liga e desliga e liga de novo e novamente desliga e em uma as ligações tiver risos e sussuros estranhos, O medo começa a agir. E quando chega neste extremo, a pesosa desliga o celular e mesmo assim ele toca levando a pessoa a mergulhar um no pânico profundo e macabro.
Escrever historias de horror exige muito estudo. Conhecer bem o que incomoda o ser humano. Estudar o medo, estudar os elementos que levam ao medo, é um estudo que leva um bom tempo. Assustar o leitor de hoje não é uma tarefa fácil. Existem um universo infinito de fãs do horror e é muito complicado agradar a todos. Por isso se a história não impressiona o próprio escritor é muito difícil que ela impressione os leitores.


Um livro que indico para os leitores de horror é o Bebê de Rosemary do autor Ira Levin. O livro atrai por ter todos os grandes elementos do horror. Acaba sendo uma receita básica para uma boa história de horror. O sucesso deste livro incentivou outros livros e também produções cinematográficas sobre o tema. 


Para quem aprecia séries de TV antigas eu indico o Kolchak e os demônios da noite. Essa foi uma série muito interessante pois é sobre os monstros que podem aparecer na vida cotidiana. A série também foi grande inspiração para a produção do Arquivo X.

O horror adverte.

É interessante também verificar nas obras de horror que existe uma mensagem para a humanidade em grande parte delas. Lixo tóxico, brincar de Deus, Modificações no DNA, Guerra bacteriológica e Destruição da natureza. São elementos de alerta para a humanidade ficar mais atenta ao que acontece. Pois é. Horror as vezes tem a Moral da história.  

"Escrever sobre o horror não é escrever sobre um monstro, é escrever sobre o medo. pois é ele que vai dar ao leitor o sentimento necessário para conhecer e destruir o monstro da história."

Abraços
Adriano Siqueira


Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo