sexta-feira, 21 de junho de 2019

Dokusha - a leitora fantasma



A história de hoje é sobre a Dokusha. Ela é a fantasma dos livros. Morreu muito cedo pois gostava de ler livros antigos e acabou pegando uma doença respiratória rara causada pelos fungos que estavam nesses livros. Ela voltou em uma forma etérea e quando foi para sua casa, descobriu que a sua família já haviam queimado todos os livros. Por isso, ela costuma aparecer nas casas onde tem muitos livros. Geralmente deixa os livros de cabeça para baixo ou virados e o local fica mais gelado. Ela murmura enquanto lê e seus dedos marcam algumas frases com uma pequena mancha amarelada por causa do vapor do seu ectoplasma causando envelhecimento precoce da página lida. Gatos costumam ver a fantasma por isso geralmente dormem perto dos livros.

Todo o cuidado com o livro é essencial. Não deixem os livros em lugares úmidos e muito fechados. Organize e caso não esteja mais interessado passe o livro para alguém que gostaria de ler, doe ou venda para um sebo.

Grande abraço e obrigado pela leitura. 

Adriano Siqueira

O que pode acontecer se não ler um livro até o final?



Era um livro bem cansativo de ler. Sobre uma mulher que abandonou tudo e recomeçou sua vida em outro lugar. Eu tinha me interessado no livro. Gosto de personalidades fortes e de bom humor. Mas no quarto capítulo eu havia abandonado o livro sofá. No dia seguinte estava com outro livro em mãos e quando comecei a ler. Uma mulher apareceu ao lado do livro que eu havia deixado. Ela estava bem furiosa. Suas características eram bem parecidas com a personagem daquele livro. E o livro estava aberto mostrando exatamente a página que parei. Confesso que fiquei com medo. Ela parecia um fantasma. Peguei o livro novamente e continuei lendo. Na história descobri que ela foi amaldiçoada e por isso a personagem vagava por muitos lugares e tentava viver uma vida tranquila. Ao terminar o livro ela estava mais humana. Me disse que a maldição foi quebrada e que ela continuaria amaldiçoada até que alguém pudesse ler o livro completamente. Não me disse mais nada apenas abriu a porta e partiu para uma nova vida.
E eu... Bom. Eu ainda tenho muitos livros para ler.
Abraços
Adriano Siqueira