Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

A procura de Dark Rose - Parte 3 - por Adriano Siqueira

O romance dos vampiros...
Lord dri corria com o seu Aston Martin pela cidade de São Paulo. Passou pela Avenida Paulista desceu a Rebouças e atravessou toda a avenida Faria Lima em apenas 13 minutos. Sua percepção sobre-humana facilitou muito os seus reflexos.
Ele parou por alguns instantes. Fechou os olhos e mentalizou tentou procurar, sentir a Dark Rose imaginou uma cor verde ao qual era a única cor que ele podia senti-la. Seu corpo era envolvido por uma névoa verde e logo pode ver os olhos de Dark Rose. Ele já deveria saber... Com o controle que ela agora tinha sobre a natureza ela só podia estar ali... no Parque do Ibirapuera.
Em apenas doze minutos Lord Dri estaciona o seu carro e voa sobre as grades do Ibirapuera. Ele consegue ver bem no meio do lago uma mulher flutuando sobre as águas. A roupa escura que ela usava batia contra o vento as luzes iluminavam a sua dança.
Lord Dri se aproximou... Eles se olharam por algum tempo. Mas antes que o Lord possa dizer algo. Ela o abraça e o leva para dentro do lado. Eles se olham e se beijam. Fazia muito tempo que eles não se viam.
Então. Dark solta o Lord e começa a dançar sobre as águas. Dançava como um deus folclórico. Seu corpo não parava de mexer. Seu sorriso mostrava que ela estava muito bem com a natureza. E ela diz... como se fosse ele que a abandonou...
- Você sumiu Lord. Estava com saudades.
Ele sabia que ela sempre dizia isso. Para deixá-lo impressionado. Essa era a Dark Rose que ele conhecia. Mas ele gostava disso... era como se ele aceitasse seu termos e respondeu:
- Fiz uma longa viagem. Ultimamente tenho estado em vários paises.
- Sempre ocupado.
- Nem tanto Dark. Como vê, eu ainda tive tempo de ver o lançamento do seu livro.
- Estou apenas mostrando para o mundo que ele pode ser salvo.
- Salvo de que? Dos humanos ou de você?
Dark olha para o Lord e responde.
- Ainda acha que sou má? Acha que sou uma vampira que quer destruir o mundo e os mortais?
- Não disse isso! Mas seja lá o que escreveu neste livro espero que não envolva os vampiros.
- Acha que sou o personagem Lestat que contou os segredos dos vampiros em um livro... Querido Lord. Isso é ficção! Uma vampira como eu apenas quer mostrar o mundo que os humanos não conhecem.
- Dark o mundo que quer apresentar a eles só aos vampiros pertence.
- Não seja egoísta Lord. Nós sabemos que este mundo é de todos. E eu só divulgo a paixão e o prazer. Venha aqui e me abrace. Me conte como sabia que eu estava aqui.
- Fui eu que a mordi. Quando fiz isso mentalizei uma cor ao qual pudesse encontrá-la quando estivesse por perto. O verde. Foi à única cor que consigo senti-la.
- Que tal andar de patins?
- Eu não trouxe os meus.
- Não se importe com isso... apenas venha me acompanhar na pista.
Lord Dri e Dark Rose passeiam na pista de Cooper do parque Ibirapuera. Ela usava os patins e ele flutuava ao seu lado. Dark continuava a falar.
- Depois que vi o crepúsculo e nele pude ver a chance de ter mais poderes, Parece que teremos um eclipse lunar. E nele poderei adquirir mais força para controlar alguns formas de energia que antes eu não conseguia.
- Os eclipses são a única forma de vermos o que não podemos ver e sentir de dia.
- Isto mesmo Lord. E hoje teremos um. Gostaria que ficasse comigo para compartilhar esta energia tão rara.
Lord pega a mão da Dark e caminham até se aproximarem do lago. A lua estava estava mudando. As energias sentidas naquele momento enchem de luzes os dois vampiros. Eles se beijam enquanto algumas luzes que saiam do parque os circundavam. Mostrando uma forma de energia que eles jamais conheciam. Eles se deixam e ela morde o pulso do Lord. O sangue e a energia trocada era mágico. As luzes ficavam mais fortes a cada gemido a cada sentimento. O suor dos seus corpos se misturavam com o lago e com o sereno da noite. Os dois podiam sentir a natureza toda direcionarem a atenção para eles.
Os dois vampiros ficam um bom tempo abraçados enquanto o eclipse termina. Ela se levanta e direciona a sua mão para o lago. Um rodamoinho começa a se formar. Algum brilho começa a aparecer e logo os peixes começam a pular e formam uma grande ponte. Ela sorri.
Lord fica maravilhado com este poder. O quanto pode se aprender com o mundo ainda. Ele abraça a Dark e lhe dá um beijo no pescoço e diz:
- Parece que agora além de controlar os morcegos você também controla os seres marinhos.

Continua...



Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo