Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Ordem e Desespero


Ordem e Desespero
A vampira Karina mostra o seu poder 
e o Neculai quer acabar com todos os livros de vampiros


— Alô? Nanci? Nanci você está em casa?
— Nanci não pode responder! Eu sou a Karina.
— Não pode responder? Como assim? E meu filho onde está?
— Seu filho está agora mesmo enterrando um corpo no quintal. Quer deixar recado?
— O que? Mas que diabos está acontecendo? Chama meu filho agora!
— Não precisa gritar eu já entrego o celular para ele. Fala com seu pai Renê.
— Oi Pai! Nossa. Mamãe era maior do que eu imaginava. tive que cavar bastante mas agora ela já tá dentro é só fechar. Estou ocupado deseja algo?
— Você está louco? Enterrou sua mãe? Que é isso filho?
— Pai a Karina é um amor sabe. Ela diz que é vampira. Conheci ela na internet. Linda pai! Estamos nos divertindo aqui em casa. Ela precisa de sangue, mas ela não gostou do sangue da mãe e agora eu vou dar meu sangue para ela agora por isso não posso falar muito.
— Filho meu Deus! O que está acontecendo?
— Seu filho não pode mais atender Geraldo.
— Eu vou chamar a policia sua assassina. Se você tocou na minha família eu te mato. Eu já estou chegando em casa e estou armado. Você vai apodrecer na cadeia.
— Seu filho tem um sangue delicioso.
— Desgraçada!
— Estou vendo as luzes do seu carro na garagem. Chegou rápido Geraldo.
— Como vai me deter agora? Estou dentro do carro! Apareça vampira! Estou armado.
— Quando aprendemos a voar os materiais que os humanos acham que é pesado se torna muito leve. Que podemos levantar um carro sem muito esforço.
— Mas o que? Me solte ou eu atiro!
— Não deveria me provocar. Meu noivo me ensinou que posso carregar muitas coisas voando e podemos ir muito alto.
— Ponha-me no chão! Vamos cair!
— Não querido. Você vai cair!
— Não solte o carro Não solteeeeeeee...
— Neculai vai ficar orgulhoso da sua noiva.

...

— Marcelo? onde você vai com essa roupa?
— Mãe! Agora faço parte dos Vigilantes do Neculai; Eu e minha turma vamos pichar umas casas que não pagaram escrevendo "Comodistas 0"!
— Mas isso pode gerar violência? Não podem foçar ninguém a pagar por segurança.
— Mas mãe, o organizador da nossa equipe disse que se a gente não fizer isso, eles não vão ter como pagar nosso salário. E quero ver a gente em um lugar melhor. Comprar alguns bons móveis e uma televisão de tela digital grande. Nesta época de crise precisamos de mais dinheiro.
— Não gosto de ver você no meio desta turma. Muita gente está sendo contra os métodos deste Neculai.
— é que ele é bom mãe. Está dando empregos para muita gente e protegendo todo mundo. Não vejo nada demais incentivar mais pessoas a ajudar.
— Pichar? Acha que marcar casas que não pagam por proteção vai salvar a nação?
— Você não entende mãe! E m mato para a gente ficar bem e ter o melhor e você só faz perguntas e perguntas. Eu vou com eles. Volto de noite.

...

— Alô! Quem é?
— Neculai.
— Mas... Como descobriu o número do meu celular.
— Consegui de amigos, dos amigos mortos. Ma a questão é simples Flávio. Quero que dê andamento as papeladas o mais rápido possível. Minha advogada já deve ter passado tudo.
— Seu pedido é inaceitável. Jamais faria uma loucura dessa.
— Seus filhos receberam meu presente?
— Não envolva eles nisso Neculai!
— Sua esposa também deve ter recebido um buquê de rosas roxas.
— Neculai! Desgraçado! Deixe a minha família em paz.
— Flávio, meus vigilantes ainda estão aprendendo. Acidentes acontecem.
— Não se atreva Neculai! Eu vou caçar você até no inferno.
— Vamos Flávio. Acelere os papeis. Todos vamos ganhar com isso. Você não gostaria que todos ficassem sabendo no meu programa que a Amazônia foi vendida para os Estados Unidos na década de 70.
— Como? Como sabe disso? É assunto confidencial você não tem o direito...
— Posso tudo Flávio. Nossa conversa acabou. Tenho que ver como estão os meus vigilantes.
— Seus Vigilantes! Acha que não sabemos Neculai! Eles estão sendo treinados em uma parte da Amazônia por gente que trabalha pro exército. Você não pode fazer um exército Neculai.
— Não são um exército. São ajudantes e protetores do povo. Eu estou apenas ensinando eles a se defender de vocês que são os verdadeiros sugadores. Nossa conversa acabou. já passou da hora de escolher o seu lado Flávio.
— Espere Neculai. Tem alguém que está travando seus planos. É o Geraldo.
— Não se preocupe com ele. A minha vampira já cuidou disso.
...

— Alô! Neculai
— Olá Deise.
— Já viu as notícias?
— Sim. os Vigilantes estão fazendo um ótimo trabalho.
— Não meu querido e lindo vampiro. É uma outra noticia. Você vai fazer parte do Ministério da Cultura. Meus parabéns Neculai. Cada dia fico mais e mais orgulhosa de você meu adorado vampiro. Venha aqui para podermos comemorar juntos. Me conte seus planos enquanto eu te abraço e te dou meu carinho.
— Então já se tornou público Deise? Flavio está fazendo um bom trabalho. Vou realmente fazer parte do Ministério da Cultura deste País.
— Qual será sua contribuição
— A minha primeira reivindicação será tirar todos os livros de vampiros de circulação porque agora, existe um vampiro que realmente vai fazer algo por esse povo. Não precisamos mais desta forma corrompida de ficção. Só existirá livros de vampiros se for sobre mim.  Vampiros agora são realidade. E a realidade vai dominar esta nação.



Por: Adriano Siqueira
Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo