quarta-feira, 27 de maio de 2015

O Desespero em Foco



O Desespero em Foco
O vampiro Neculai é pego de surpresa, mas quem será realmente a vítima? 

– Alô?
– Franciane. Eu sou o Neculai e estou faminto.
– Por Favor. Não! Minhas amigas avisaram que você iria Ligar. Não faça nada por favor. 
– Ha Ha Ha! Não existe nada que possa fazer. Você não tem como fugir e vou me divertir assistindo o seu desespero.
– Não venha! Por Favor! Eu imploro! 
– Eu estou sentindo o cheiro do seu Desespero. Logo o seu sangue estará no ponto e eu vou me alimentar.
– E-eu só queria dizer ...
– Você não tem mais nada a dizer.
– C-como? Como você apareceu aqui. Que tipo de monstro que você é?
– Eu posso aparecer na frente das minhas vítimas quando quiser. 
– Levante as mãos para cima Neculai!
– Ah... Vejo que você não estava sozinha Franciane.
– Isso mesmo monstro. Eu sou Pauline. Amiga da Franciane. Ela me disse que você estava na lista dela e eu peguei a minha arma e vim ajudá-la. Agora vou destruí-lo para sempre!
– Ha Ha Ha. Acha realmente que pode me destruir? Acha que pode deter o Neculai? 
– N-não abaixe as suas mãos! Eu vou atirar! 
– Sabe que, se você atirar, atingirá a sua amiga Franciane que está bem atrás de mim, não é? 
– Franciane! Venha para cá. Eu vou matar este vampiro e acabar com todo este terror que ele vem trazendo para as pessoas. 
– N-não posso.
– O que? Venha logo Franciane! Isso não é brincadeira. Ele é perigoso.
– Eu Não vou sair daqui de trás do Neculai. Sinto muito Pauline.
– Ha Ha Ha. Parece que você tem um problema aqui Pauline. Se atirar de tão perto você vai me atingir e talvez me matar, mas com certeza... isso vai matar a sua amiga. 
– Franciane não fique em pânico! Está tudo bem eu tenho a situação no controle. Neculai está na mira da minha arma. Venha aqui cuidadosamente e eu vou dar um fim no Neculai. 
– Franciane... Por que você não vai até a sua amiga? Ha Ha Ha... Diga!
– E-eu amo ele Pauline. 
– O-o que? Mas que porcaria você está falando? Você me chamou dizendo que estava com medo deste monstro e agora diz que o ama?  
– Me abrace Franciane. 
– Sim Neculai. Sim meu amor. 
– Podem parar com isso vocês dois. Respondam a minha pergunta agora! Não tente se mover Neculai. Você está na minha mira. 
– Você está fazendo um livro sobre um incidente no metrô. Um incidente que fala sobre o desaparecimento de alguns "Comodistas" Um assunto que já estava resolvido. Mas você parece ter provas que podem me incriminar não é Pauline?
– Eu não sei como soube disso mas...
– A Franciane, sua "amiga" me contou tudo. Sabia que ela é que uma das pessoas que organia meu fã clube? 
– Franciane? Não acredito que me traiu!
– Pauline. Me desculpe mas o Neculai não podia se prejudicar. Ele é bom para a gente. Ele é amável. É tudo que qualquer pessoa precisa. 
– Ha Ha Ha! Obrigado Franciane. Vejo que meu Fã Clube está bem gerenciado. Agora vamos acabar com a sua amiga. 
– Meu querido. Você sempre vai fazer parte do meu coração. Você é meu mundo. 
– O que está fazendo Franciane? 
– Estou indo até você para tirar a sua arma.
– Saia da frente! Eu vou matar o Neculai.
– Eu estou aqui! É só atirar na sua amiga que você me atinge! Ha Ha Ha. 
– Isso Pauline. Atire em mim. A pessoa que você conhece desde o colégio. Que sempre ficou do seu lado e que te ajudou nos trabalhos de escola. Sabia que eu dei um fora no Dnilo só para que ele namorasse com você? Sabia que ele namorava com você porque eu ameacei que não falaria mais com ele? Isso é amizade Pauline. E agora você está com uma arma apontando para mim. É assim que retribui a sua amizade? É assim que você me agradece por tudo que fiz por você? 
– Oh Meu Deus! Eu não sei o que fazer... eu não... 
– Isso Pauline. Deixe a arma de lado. Me dê um abraço amiga. 
– Oh Franciane. Eu só quero seu bem! Esse vampiro é perigoso. Se afasta dele! 
– Isso... Deixa que eu seguro essa arma. Pronto. Eu adoro você amiga. Mas... Bem... Eu amo o Neculai. 
– Franciane? O que está fazendo? Me devolva a arma. 
– Ha Ha Ha. Acho que você não entendeu Pauline. Franciane sempre vai me colocar em primeiro lugar. Você pode fazer o seu último pedido. Ha Ha Ha.
– Eu não sei o que fez com minha amiga mas isso...
– Fique quieta Pauline. Ajoelha! Agora!
– Mostra para ela quem manda Franciane. 
– É o Neculai que manda aqui! Você tem que ficar de joelhos Pauline e só vai falar quando ele perguntar. Pare de chorar! 
– Como é agora? Como ser um caçador e agora uma vítima traida pela sua própria amiga? 
– P-por favor me deixa ir! Franciane... Me ajuda.
– Quieta! Já disse para parar de chorar. O que faço com ela meu querido Neculai. 
– Você sabe onde ela mora Franciane. Quero que destrua todos os originais deste livro dela. Veja se ela mandou copias para alguém, Veja para quais editoras que ela mandou e acabe com todos que leram este livro. Se tiver dificuldade Ligue para a Deise. Vá agora mesmo. 
– P-por favor não...
– Está sentindo como se acaba com uma obra antes de sair em público? Está vendo de perto o que acontece quando fala coisas sem sentido sobre o Neculai? Ha Ha Ha, Mesmo que você conseguisse lançar este livro. Quem iria acreditar? Eu sou o que está realmente resolvendo os problemas desta nação Pauline. Ninguem vai fazer nada! Nada para me deter. Ha Ha Ha! 
– P-por favor me deixe ir...
– Não posso! Não. Não Não Não vai dar. Ha Ha Ha... Essa conversa toda me deixou com fome. E eu não tenho como ir embora sem saborear o meu prato predileto. Sangue com Desespero. Ah por Favor nisso... Você está Desesperada? Ha Ha Ha! Vamos tirar uma Selfie! 
– Não! Se afaste de mim! 
– Agora! Olha para o celular! Olha, e não tire o olhos dele. Ou eu posso ficar muito triste. Agora sorria! 
– Não por favor! Nãaao Arghhh!
– Ah! Esse sangue é muito bom! Acho que agora realizamos os nossos desejos. Eu me alimentei e agora você está longe de mim. Talvez no céu... Ou inferno? Quem sabe. Ha Ha Ha.


Por Adriano Siqueira

Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo