domingo, 3 de maio de 2009

O Viajante Noturno - Por Adriano Siqueira



O Viajante Noturno


Aquele ser obscuro

entrou sem bater,

arrancou os lençóis daquela mulher

beijou e abraçou

transferindo êxtase e calor.


Depois, sugou seu sangue

e como todo bom amante

beijou sua boca

e saiu em busca de outra


abraços

adriano siqueira
Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo