O Sangue dos Vampiros - clique aqui

O Sangue dos Vampiros - clique aqui
conheça mais sobre o livro O Sangue dos Vampiros - 2017

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O Livro do Desespero

Nesta história o Vampiro Neculai encontra 
uma escritora para fazer o seu livro 



─ Alô!
─ Helena. Meu nome é Neculai.
─ Meus pêsames. Já vi nomes mais saudáveis. 
─ Sua ironia só me deixa mais confiante Escritora. 
─ Já está um ponto a minha frente. Sabe meu nome e minha profissão. Melhor eu parar de responder formulários para ganhar brindes na internet. 
─ Escritores adoram responder perguntas contanto que não perguntem o que acha dos seus amigos escritores.  
─ Eu me dou muito bem com meus amigos escritores. Respondo todos os cartões de Natal na Pascoa e me desculpo sempre por estar atarefada. 
─ Sua sinceridade é tão evidente. Chego a pensar em sua rapidez para desviar de certas perguntas.
─ Se você me disser o que quer, posso ser mais rápida do que pensa.
─ Quero que escreva meu livro. 
─ Não! Viu só? E nem pisquei. Agora se me dá licença eu tenho um boneco vodu do meu editor para fazer. 
─ Não precisa perder tempo com bonecos. Eu posso conversar com seu editor. Tenho certeza que ele vai me ouvir. 
─ Neculai. Se meu editor der atenção para você, eu escrevo seu livro.
─  Acho que você está curiosa. Mesmo sabendo quem sou. Pelos jornais e a mídia. Ou a piadas que mando para o meu Fã Clube.
─ Confesso que você é uma personalidade perigosa que me deixa imaginando até onde acha que pode ir.
─ As possibilidades são infinitas. Os homem podem nascer e morrer ou nascer e governar. Os vampiros podem fazer as duas coisas uma centena de vezes pela eternidade.
─ Se me deixar escrever sua história colocarei seus méritos de Transtorno de personalidade Narcisista e Manipulador e olha que eu ainda nem te conheço pessoalmente.
─ Vejo que meu livro está em boas mãos. Será um Best Sellers! Todos vão querer um exemplar. Este livro será um ótimo instrumentos para me conhecerem mais.
─ Tem certeza que não prefere um psicanalista? Eu conheço vários.
─ Pegue um roupão e coloque junto com o seu celular.
─ Vai aparecer para mim? Pode vir do jeito que está. Eu juro que fecho os olhos se eu ver algo absolutamente estranho.
─ Então... O que acha? 
─ Quer minha opinião? Então tá. Definitivamente vou desinfetar esta mesa depois que sair daí. 
─ E meus olhos vermelhos?
─ Devem ser úteis quando não tiver luz.
─ Você vive sem ninguém?
─ Claro que não. Vivo com a solidão. Ela me acompanha sempre. Somos parceiras inseparáveis embora ela fique deprimida as vezes. 
─ Costuma dançar? 
─ Sim. Eu aprecio a dança. 
─ Seja minha convidada, mas só danço bem colado. 
─ Sabe. Neculai. Você me parece ser uma boa pessoa. Não vejo motivos para ser o que é. Digo. Um assassino. 
─ A necessidade me fez assim. A vontade de querer sempre mais. É um desejo incontrolável que tenho.
─ É um garoto mimado, Neculai
─ Com poderes de deuses, Helena.
─ Vai morrer antes de conhecer todos os seus poderes.
─ Meu legado vai continuar vivendo.
─ Castelos desmoronam Neculai.
─ O tempo todo Helena. Acha que danço bem?
─ Não se atreva a parar de dançar ou seu livro terá apenas 10 páginas cheias de palavrões.
─ Do jeito que este mundo está, comprariam o livro mesmo assim e ainda viraria um filme. 
─ O mundo gráfico mudou Neculai, mas se quer um livro que venda muito então será mostrando a sua dor.
─ Isso deixaria as pessoas comovidas com minha história.
─ Sim e poderíamos fazer uma noite de autógrafos onde poderia contar um pouco da sua vida.
─ Algo triste imagino.
─ Sim! Sim. Bem do estilo, "Eu tinha uma mãe que era uma bruxa e foi queimada pelo povo que não sabia o que estava fazendo." Sabe... isso tocaria o coração de todos.
─ Eu prefiro meu estilo. "Se não comprarem o meu livro agora vocês nunca mais voltarão para casa." Ha Ha Ha 
─ Se faz Isso com os leitores imagino o que faria com os críticos. 
─ Críticos. É só dar o que eles querem. Atenção. Até mesmo um grande "olá" é tudo que eles sonham em ter, pois eles se esforçam muito para poder achar algo em seu texto. Uma devida atenção rápida é o suficiente para o critico virar admirador. Se isso não bastar minhas amigas descobrem tudo sobre ele e dão um jeito como sempre acontece por aí. Mas se eu estiver com fome. Eu mesmo resolvo. Ha Ha Ha
─ Você já tem algum plano de venda? 
─ Sim. Tenho uma equipe que está trabalhando nisso. O livro venderá sozinho. Não pretendo ir nos lançamentos, mas certamente serão sorteados alguns leitores para jantar comigo. Já providenciaram o local. Serão 400 leitores.  
─ Você pensa em tudo mesmo Neculai.
─ Neste jantar eu não contarei uma história triste como alguns escritores fazem. Contarei o que eles querem ouvir. A verdade! 
─ A verdade seria...
─ Liberdade Helena! A nossa dança é uma liberdade. Nossa vontade, nossos desejos, nossas loucuras, nossos toques nossos,... Espere! Você deve me pedir autorização antes de me beijar. 
─ Mas isso não seria liberdade Neculai e por que está apertando a minha cintura?
─ Estava conversando com seu corpo e pela conversa você tem alguns problemas. Você é alcoólatra. 
─ Como sabe disso só com um toque? 
─ Bem... você tem uma boa coleção de vinho por aqui. Tem garrafa vazia na sua mesa e copos com cheiro de vinho e...
─ Está bem me convenceu, mas o que fez? 
─ Restaurei o seu corpo, mais precisamente o seu fígado, de outro modo morreria em dois anos. 
─ V-você... e-eu não...
─ Providencie o meu livro Helena. Será uma escritora mais famosa do que já é. Pode parar de me abraçar? 
─ Não consigo... Você é... bem... Um vampiro bem desejável. 
─ Também sou um assassino perigoso e eu uso as pessoas lembra? 
─ Depois do que faz. Não me admira que tenha muitos fãs. Porém eu tenho um problema. Posso fazer o livro em um mês mas a editora que eu acho que seja a certa para este tipo de livro, está querendo lançar um de vampiros nesta mesma época e talvez este nosso fique encalhado lá. Eu lembro que falei com o autor. Ele ia na editora amanha para entregar o original do livro dele e também assinar o contrato. 
─ Por um acaso você teria o celular deste escritor? 
─ Pensei que nunca iria pedir Neculai. Só mais uma coisa. Ele tem medo de altura. Espero que você se divirta.
─ Eu sempre sou o dono do Show! 

...

─ Alô!
─ Cassio Hestel o escritor que vai lançar um livro de vampiros? 

─ Sim! Sou eu mesmo. Pelo jeito o pessoal já está divulgando bem. Eu estou saindo do apartamento agora para ir na editora acertar os detalhes. Quem está falando?
─ Neculai! 
─ Espera... Você é aquele da TV? o que todo mundo está tentando caçar? Puxa! Mas que maravilha! Foi praticamente por sua causa que escrevi este livro. Bom Espero que não leve para o lado pessoal... é só negócios. Sabe... Você levou o tema vampiro para todas as mídias e todo mundo está procurando novos livros de vampiros. Foi por isso que escrevi este. A editora me chamou correndo e agora estou indo para lá assinar contrato. 
─ Eu vou ajudá-lo a me conhecer melhor.
─ Não vejo como isso vai me ajudar agora. Eu já escrevi a obra e estou levando os originais para a editora. 
─ Aqueles que estão no envelope que estão na beirada da janela? 
─ Vai cair! O vento! O envelope abriu. Minhas folhas estão voando! 
─ Essa vai ser sua menor preocupação.
─ Mas que droga! O envelope caiu na rua e está chovendo muito. Nunca vou conseguir alcançar a tempo.
─ Quer uma ajuda? 
─ Espera! Acho que tem alguém no meu apartamento! Mas como você chegou tão rap...Me solta! Vou cair!
─ Ma você não queria uma aventura com um vampiro? Estamos tendo uma aventura e tanto. Está gostando? Eu estou segurando você pelos seus pês e está de cabeça para baixo na janela. Consegue pegar sua folhas no ar? 
─ Para com isso! Me põe no chão! Eu confesso! Fiz um personagem vampiro igual a você! É só Negócio! Se quiser podemos dividir a renda! Agora me solta! 
─ Lã no chão? Lá embaixo? 
─ Não! Não! Me leva de volta para dentro! 
─ Mas você precisa do original para levar para a editora.
─ Eu vou imprimir novamente! Agora me leva para dentro. 
─ Eu não posso. Estou com fome. O sol está começando a queimar meu braço... Estou com vontade de coçar o nariz... Vou ter que te soltar. 
─ Não! Por favor eu faço qualquer coisa! Não me solta! 
─ Quero que saiba que não tenho nada contra você...
─ P-por favor! Socorro alguém ajuda aqui!
─ Como você mesmo disse Não é nada pessoal, é só negócio. Está escorregando aqui!
─ Socorro! 
─ Acho que já está bom.
─ O-oque? n-não me toque p-po... 
─ As vezes é mais fácil quando sabemos as fraquezas das pessoas. Mas acho irônico um escritor de vampiros ter medo de altura. O destino foi implacável e eu até achei que iria voar. Ah o seu sangue Cássio estava muito bom ainda mais com esta dose de desespero... Agora nada vai me impedir de ter o meu livro. 


Por Adriano Siqueira






quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

As histórias sobre o vampiro Neculai são as mais lidas.

Olá Pessoal,

O personagem vampiro mais famoso do momento,  Neculai, teve a sua estreia aqui neste blog em dezembro de 2014.

As histórias do Neculai chamaram a atenção do público e está conquistando uma boa quantidade de novos leitores.

Mesmo com tão pouco tempo desde a sua criação, o Neculai já tem mais de 20 histórias criadas e em apenas dois meses o blog teve milhares de visitas.

Neste blog tem uma parte que indica as 10 páginas mais lidas e o Neculai está em muitas destas páginas preferidas pelo público.

As histórias estão sendo publicadas aqui e no meu facebook.
https://www.facebook.com/adriano.siqueira

Tudo isso me incentivou bastante a escrever um livro sobre Neculai e sua história e poder publicá-lo rapidamente mas ainda não tenho ideia sobre como vou publicar.

O personagem é muito bem lido pelos fãs e também neste meio tempo, com todo o seu sucesso, apareceram escritores amigos, para produzir mais histórias com os seus personagens e suas histórias também estão no link abaixo junto com as minhas histórias.

http://contosdevampiroseterror.blogspot.com.br/2015/01/as-historias-do-vampiro-neculai-em.html

Confiram e saibam mais sobre este personagem e também como estão sendo construídas suas histórias.

Agradeço muito por apreciarem as histórias deste vampiro que é sedutor, insano e poderoso.
E vem mais histórias chegando aí!

Neculai! \o/  Neculai! \o/

Abraços
Adriano Siqueira

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

A Lei da Sedução e do Desespero



A Lei da Sedução e do Desespero

─ Alô! Rose! São 3 da manhã!
─ Mas eu precisava te contar Lia. 
─ Contar o que a essa hora? 
─ Aquele vampiro que está em todos os jornais e noticiários? O Neculai?
─ Mas será que ele existe mesmo Rose? Para mim é só publicidade.
─ Não é não Lia.
─ Como pode ter certeza? 
─ Você não vai acreditar! Ele está aqui. No meu quarto. 
─ O que? Rose esse cara é perigoso procurado! Cai fora daí! Vou chamar a polícia!
─ Espera Lia! Olha. Neculai não é mau como todo mundo está falando. Ele conversou comigo. Sobre o que eu estava fazendo da minha vida. Era burrice total sabe. Ele é tão adorável. Gentil, Atencioso, atraente, olhos lindos.
─ Eu vi algo no jornal que ele podia conversar e convencer algumas pessoas para ficar do lado dele. Lia você não caiu no papo desse cara né? A gente é esperta nisso.
─ Neculai é uma vítima da sociedade. Ele ligou para mim. Me pediu para deixar um roupão... Ele apareceu nu e colocou o roupão. Ele Dançou comigo. Fique abraçado um bom tempo. Disse um monte de coisas para ele. Eu não lembro agora mas eram coisas de direito do cidadão. Essas coisas. Quando eu me formar em direito vou ser a advogada dele. 
─ O que? Você está louca Rose? Sai daí agora!
─ Para de me ofender! Você não entende ele... ele é o Neculai! Me contou coisas sobre o mundo que eu desconhecia. Ele... ele... me deixou tocar nele. É real! Ele existe mesmo e Eu desejo muito ele.
─ Rose agora é sério! Este vampiro é um assassino. Se você ajudá-lo vai ser cúmplice dele. 
─ Lia você vivia fazendo chantagem com o pessoal da Facu. Ferrou monte de caras e eu ajudava. Fui muito ingênua. Não sabia que você só queria prejudicá-los. Neculai me acordou. Agora eu sei o que você é e isso vai acabar.
─ Não fica jogando a culpa em mim não você fez porque quis Rose. E nem pense em dar meu número para esse assassino aí.
─ Eu já dei.
─ O que? 
─ Ele está tomando banho agora. Ele adora tomar banho de sangue na banheira. Ele fica tão sexy com aquele líquido vermelho passando pelo seu corpo. 
─ Banho de Sangue? Sangue de quem? 
─ Do chato do meu irmão. Você acredita que ele entrou aqui e queria bater no Neculai? Bater ha ha ha! Ele nem teve tempo de correr. O Neculai ensinou bons modos para ele como vai fazer com você. 
─ E-eu vou desligar Rose você está desequilibrada. Tem algo errado.
─ Errado Lia? O Neculai é a melhor coisa que apareceu na minha vida. Perto de amigos falsos e enganadores como você. Ele me deu um propósito para viver. Eu vou defendê-lo como puder. Eu mataria por ele.
─ V-você não está bem... eu vou... 
─ Não vai nada... O Neculai quer falar com você. 
─ Você não pode...
─ Lia! É o Neculai!
─ O que fez com a Rose? Eu vou chamar a policia. Você não pode fazer isso com as pessoas. 
─ Eu apenas mostrei o lado certo. O MEU lado. O SEU lado só dava dores de cabeça. É uma menina levada e eu vou colocar você na linha e a Lia vai adorar. 
─ Você não pode. 
─ Coloquei as fotos das suas chantagens com os seus amigos. Suas armadilhas com os professores. Suas cantadas. A Lia colocou tudo na internet. 
─ Não... A Lia acabou com a minha vida! Não pode ser verdade!
─ Já pensou você vai ter que responder um monte de processo. talvez nunca se forme. Será expulsa.
─ Não! Meu pai vai me matar. 
─ Hum... está sentindo este cheiro? é do seu desespero. 
─ Por favor não faça isso vou perder minha vida! Por favor. 
─ Tudo bem Lia se acalme eu estava só brincando a Lia não colocou nada na internet... ainda. 
─ M-mas Eu faço tudo que quiser é só pedir. 
─ Sei que fará. E tem que ser em 20 segundos. 
─ M-mas... Está bem droga! O que é?
─ Pegue uma faca e corte a sua mão direita... Um corte bem profundo.
─ O que?...
─ 19 segundos e contando.
─ Mas... Eu já to indo! 
─ Ha Ha mão direita de Direito. Uma piada infame futura advogada.
─ Eu vou cortar... M...não consigo a Lia falou sobre medo de me cortar. Não é justo. 
─ 10 segundos.
─ Está bem... Chega. Eu vou... n.não consigo. Eu tenho medo não consigo. 
─ Vai perder tudo. Nunca mais vai se formar.
─ Ah... Ahhhhhhh!
─ Sabia que iria ficar desesperada. 
─ Não! eu me cortei o que você está fazendo aqui? 
─ Seu cheiro me trouxe. 
─ N-não não!!!...
─ Sangue com desespero e com um corte já aberto. Isso sim é servir a refeição no prato. Você não iria viver mesmo Lia. Não quero que todos saibam sobre eu ter uma futura advogada para me defender desta sua maldita sociedade. Mas você gostou né? Aposto que enquanto está ai morta você está pensando em mim.
...
─ Neculai. Ela teve o que merecia. Não sabe o quanto estou feliz em saber que voltou. 
─ Eu ainda quero discutir alguns assuntos com você Rose. 
─ Posso admirá-lo enquanto falamos?
─ Você pode. Diga para todos que foi a Lia que matou seu irmão.
─ Tudo que você quiser. 
─ Quero que estude todas as leis para me proteger. 
─ Eu farei isso. Farei tudo para defender sua liberdade.
─ Me dê a sua mão e não olhe,  diga que vai me defender novamente.
─ Farei... T-tudo... para... Defendê-lo. Farei.... Tud... para ser livre, Liberdade, Solto, sem amarras, sem algemas, sem... não consigo me concentrar. 
─ Estude bastante. Quero a melhor advogada. Só escolho os melhores. 
─ S-serei a melhor. Pode ter certeza. E-estou me sentindo estranha.
─ A energia que passei enquanto eu passava a minha língua na sua mão abriu algumas propriedades no seu corpo.
─ Estou formigando. 
─ Isso vai passar rápido. Agora preste atenção. Todo o livro que tocar e folear, será absorvido pela sua mente. cada capítulo, Cada frase,  cada palavra do livro estará ao seu alcance na sua mente. Isso facilitará muito a sua vida para achar a melhor maneira de me defender em qualquer tribunal. É um presente do Neculai.
─ Vou sempre honrar o seu presente. 
─ Eu sempre quero os melhores do meu lado. 
─ E se eu tocar em você Neculai? Você seria um livro aberto para mim?
─ Apenas algumas páginas. 



Por Adriano Siqueira

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

As Páginas do Desespero


As Páginas do Desespero
Nesta história o vampiro Neculai encontra alguém que 
não devolveu os livros que pegou emprestado

─ Alô!
─ Alô Joice. É a Vera.
─ Não não devolver os seus livros Vera. Eu avisei que se você continuasse me pendido eles eu não devolveria mais. E vê se não liga mais para mim.
─  Mas Joice. Tem livos com você que também eram meus mas você falou que devolveria. Eu avisei. Por favor. preciso muito dos meus livros. Eu emprestei eles confiando em você.
─ Acontece que eu até devolveria mas você ficou mandando mensagem direto e eu não gostei do jeito que me tratou. Não devolvo e pronto. Isso paga por você ter me tratado com desrespeito. Agora tenho que desligar. 
─ Então não vai devolver Joice.
─ Já Disse que não!
─ Então eu vou ter que... pegar!
─ Vera? Sua voz mudou? 
─ Eu imitei a voz da Vera muito bem!
─ Q-quem fala? o que quer?
─ Eu sou o Neculai. 
─ Oh my... Espera. Olha é uma confusão aqui. Não sou o que você quer. Se for aquele vampiro que está na mídia mé melhor desligar ou chamo a polícia e coloco você na cadeia. Quer saber! Acho que você é um trote feito pela Vera pra pegar os livros del... Ai!... 
─ Algum problema?
─ Um livo eu fui atingida por um livro bem na minha cabeça! Mas quem atiraria um livro?
─ Você até que tem muitos livros na sua estante. 
─ Como sabe disso? Já falei para você desligar... Ai...
...
─ Está me ouvindo Joice?
─ Mas o que você fez comigo? Estou amarrada na minha própria cama no meio do meu quarto? Onde está você?
─ Eu estou falando daqui do celular. Eu tive que amarrar você para não escapar Joice.
─ Socorro! Me desamarre agora ou chamo a polícia! 
─ Ninguém vai ouvir e se ouvir não vão se intrometer.
─ Se o problema é devolver os livros eu já disse que devolvo! Agora, Me solta ou...Droga! O que foi isso... algo passou pela minha barriga rapidamente e agora está ardendo. Parece um corte pequeno.
─ Sim é um pequeno corte. Você sabia que as páginas de livros cortam se usar um pouco de velocidade?
─ Olha eu não qauero saber só quero qu... zaaaap Ai!! 
─ Como eu dizia sua estrante é cheia de livros que você pegou emprestado de muita gente e nunca devolveu. 
─ Isso não é da sua cont... zaaap! Aieee!! 
─ Não deveria pegar livros dos outros e não devolver.
─ O que está fazendo? zappp Aieee! Para com isso! Minha barriga já está começando a sangrar. 
─ As páginas dos livros vão passar todas em sua barriga. Uma a uma! Que pena você gostar de livros com muitos números de páginas. 
─ Espera! Vamos conversar! 
─ Só depois que passarem rapidamente 200 páginas em sua barriga.
─ Não você não pode Ahhhh!
─ Joice! Isso me lembrou a história "O Poço e o Pêndulo" do autor Edgar Allan Poe. Um homem deitado, amarrado e um pêndulo cortante que ia de um lado para o outro descendo bem devagar.
─ Seu Louco! Me solte! Eu deolvo os livros! zaaaap...  Aiiieee! 
─ Mas para o seu azar aqui não tem ratos Joice. 
─ Por favor! você tem que me ajudar! 
─ Mais ainda não acabou nem o primeiro livro Joice.
─ Ahhh. Estou sangrando por favor pare agora.
zap zap zap zap zap
─ Eu acho não. Já li muitos livros e você só pegava emprestado e nem lia. Fazia isso só para encher a sua estante?
─ Ahhh. Pare por favor! 
─ Mas que azar Joice! As páginas que passaram por você agora estão pegando fogo no chão. 
─ Não! Pare!! Socorro!! 
─ Agora é hora de você me ver.
─ Não não me toque não Alguém me ajud...
─ O doce sabor do sangue e desespero que enche a minha boca de um prazer indescritível. Sabe Joice... é uma pena que não tenha resistido mais. Tinha muitos livros aqui para te cortar ainda. Pelo menos o sabor do seu sangue junto com o seu desespero fez valer a pena nossa brincadeira. Agora como eu sou um bom camarada tenho que ir e deixa-la aproveitar a sua morte. É um momento silencioso e tranquilo. Mande um abraço para os Demônios que devem estar me adorando agora. 
...
─ Alô!
─ Gostou da surpresa Vera?
─ Foi você que me trouxe todos os meus livros de volta?
─ Sim! Meu fã clube me avisou sobre o seu caso. Não são todos os livros. Usei alguns para ah... "cortar relações" mas uma amiga, A deise do meu fã clube, anotou os nomes dos livros e deve chegar logo pelo correio para você.
─ Então você é o...
─ Neculai!
─ Uau!
─ Você gosta de ler muito não é?
─ Sim! Amo ler! Jura que estou falando com um vampiro? Minha amigas não vão acreditar.
─ Quando meu livro estiver pronto vou mandar um exemplar especial para você! 
─ Um Livro? Vai ter um livro seu? Nossa! Vou ler e comentar e divulgar para os meus amigos. Pode deixar vou fazer tudo querido vampiro. 
─ Quero que faça isso mesmo. É importante que todos me conheçam! 
─ Eu ajudarei em tudo Neculai. Quero ver você. Posso? Diz que posso?
─ Tenho que desligar.
─ Ah sim eu entendo. Vai procurar mais sangue e desespero mas se quiser algo mais estarei aqui... Nossa! Senti um vento aqui. 
─ Eu estou atrás de você. Não olhe. Vou colocar a mão no seu cabelo.
─ Claro! minha nossa! Ninguém vai acreditar! 
─ Seu cabelo é macio.
─ Neculai? 
─ Estou de volta ao celular. 
─ Apareça sempre que quiser. Só uma pergunta... O que aconteceu com a Joice?
─ Ah Sim! Acho que ela se queimou com esse negócio de pegar livros emprestado e não devolver. Ha ha ha.


Por: Adriano Siqueira

Neculai tenta conquistar mais fãs.

E o Vampiro Neculai não para. Agora fez uma poesia para tentar chamar a atenção dos menos avisados e assim minimizar seus loucos e insanos crimes.


"Quando não temos almas,
nossos olhos mostram a nudez
de um corpo vazio,
mas cheio de desejos
encontrados no sangue 
e no desespero."
NECULAI

Só mesmo o Neculai. :-)

Neste link abaixo tem a relação de 22 histórias que podem ser lidas gratuitamente neste blog.

E Aguardem mais histórias :-)
Abraços Adriano Siqueira.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Qual ator eu escolheria para interpretar o Neculai?

Olá pessoal,

Com o sucesso do vampiro mais insano de todos os tempos, o Neculai, tem atraído muitas pessoas que querem saber mais e mais deste vampiro.

Uma das curiosidades é querer saber tudo sobre o Neculai, como são suas características e seu estilo.
Eu já tinha escolhido um ator preferido e imaginei muito ele interpretando o personagem. É um ator bem conhecido atualmente.

O nome do ator é Wes Bentley. É o meu favorito para interpretar o Neculai. O sorriso e seu jeito de falar combinam muito bem com o vampiro Neculai.

O ator fez alguns filmes conhecidos e uma série de tv de terror bem famosa.

"Motoqueiro Fantasma (Blackheart) (2007)
Jogos Vorazes (Seneca Crane) (2012)
série "American Horror Story: Freak Show" (2014)

Abaixo segue algumas fotos deste ator que seria um ótimo Neculai.no cinema.












Um abraço para vocês e muito obrigado mesmo pelos comentários sobre o vampiro Neculai. Continuem lendo suas histórias :-)
Ele é um vampiro insano e louco mas é bem querido pelos leitores.
Saiba tudo sobre ele neste link:
http://contosdevampiroseterror.blogspot.com.br/2015/01/as-historias-do-vampiro-neculai-em.html


Abraços
Adriano Siqueira

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

O Desespero de um Ritual de Vampiros



O Desespero de um Ritual de Vampiros
ou "Como chamar o Neculai e se arrepender depois"

Mais uma história do Vampsycho Killer,  Neculai


─ Está quase tudo pronto aqui. Ronaldo coloca o celular no meio do círculo.
─ Eu não gosto dessa ideia. Só estou aqui por causa da Simone. Estamos em uma casa abandonada. Com cinco pessoas tentando chamar um vampiro assassino e perigoso.
─ Isso mesmo Lorena. Inclua também que todo mundo está querendo uma entrevista exclusiva com ele e eu quero uma entrevista exclusiva.
─ Não Ronaldo! Ele vai matar todo mundo aqui. Lembra do que ele fez não última entrevista? Nem quero pensar nisso. E quem garante que ele vai aparecer? Ele quer mídia forte, não a gente.
─ Sei o que está dizendo Jessica mas este ritual é real, funciona. Muitos estão falando disso no Fã Clube dele.
─ Acho que se funcionasse os caçadores não teriam usado para atraí-lo? O que acha Ronaldo.
─ Acho que você tem razão Eliseu, mas ele é experto. Seu método e a maneira como ele pega as vítimas está sendo debatido diariamente por tudo o mundo.
─ Pois é! Já pensaram em desligar todos os celulares para que ele morra. Existe movimentos sobre isso. As operadoras também estão sendo pressionadas e processadas. Este Neculai já é uma celebridade. Muita gente quer o sangue dele. Muitos também querem que ele seja um novo messias.
─ Um vampiro Messias?  Ele só achou um povo perdido, sem rumo e que pode aproveitar lançando mentiras para todos os lados. Está usando e manipulando o pessoal.
─ Lorena. Dizem que ele fez uma mulher cega voltar a ver.
─ Ah. Você acreditou Jessica?
─ Pessoal está quase tudo pronto. Conforme eu tenho aqui estes são os preparativos: Desenhar um círculo no chão com um batom preto. Em cada rosto deve ser feito um risco embaixo do olho esquerdo e segue até embaixo do olho direito. Um celular e um roupão ou sobretudo, devem estar no centro do circulo. Cinco pessoas ajoelhadas em volta do círculo devem, cada uma, segurar o seu próprio celular ligado e apontar para o centro do círculo. Com os olhos fechados devem pensar fortemente nas respostas destas perguntas: Por que motivo Neculai não os mataria? Como você seria útil para ele? Quanto mais rápido você se concentra a responder, mais rápido Neculai pode aparecer.
─ Todos estamos pronto! Apontem o celular de vocês para o centro do círculo, fechem os olhos e mentalizem nas respostas das perguntas.
─ Eu desejo você Neculai.
─ Shhh. Apenas mentalize a resposta Simone.
─ Ouviram isso?
─ Shhh...
─ Alguém aí já abriu os olhos?
─ Abre você Ronaldo.
─ Abre aí Eliseu?
─ E-ele está aqui.
─ Por que ele está apontando para a Lorena?
─ Shhh. Neculai está falando algo.
─ Se escondendo dentro de uma garota seu demônio covarde.
─ Essa é a Lorena nossa amiga. Lorena Não! o que você está fazendo?
─ Ela entrou no círculo Eliseu. Ela está quebrando o celular.
─ Alguém segura ela.
─ Tarde demais!
─ Neculai segurou o pescoço dela e a ergueu. A Lorena está falando outra língua e agora está retirando uma estaca de madeira das suas costas
─ Eu quero sair daqui!
─ Não podemos Simone! Se ficarmos desesperados estaremos mortos.
─ O que ele está fazendo Ronaldo?
─ Neculai está exorcizando o demônio que estava escondido no corpo da Lorena do jeito mais rápido possível! Tentando matá-la.
─ Ele vai matar a Lorena. Temos que impedi-lo.
─ Não Não... Assassino! arrancou a cabeça dela! Todos vocês são monstros. Socorro Socor....
─ Não fique desesperada Simone!
─ Ele a pegou Eliseu.
─ Não Ronaldo. Acho que foi ela que pegou o Neculai. Eles estão se beijando.
─ Nunca vi a Simone beijar alguém assim. Ele sempre foi muito fria.
─ Acho que de alguma maneira Neculai está dominando a Simone.
─ Largue ela seu monstro!
─ Jessica. Não temos forças para lutar com ele. E com o celular quebrado as coisas vão complicar.
─ Afastem-se do Neculai! Eu mato o primeiro que tentar tocá-lo.
─ Simone. Você não pode nos impedir. Ele precisa ser preso.
─ Vocês? Prenderem o Neculai?  Vocês não são nada! Fiquem longe dele. Jessica me dá o meu celular.
─ Ele deve ter enfeitiçado você Simone. Resista.
─ Jessica você é tão ingênua. São vocês que estão presos! Um dia serão livres e terão a liberdade que agora eu tenho.
─ Eliseu. A Simone deu o celular para o Neculai o beijou e saiu da casa.
─ Agora é só nós três contra ele.
─ Ele pegou a estaca que estava no chão.
─ Enfiou no meio do círculo. A casa está tremendo.
─ Vamos gente! corre ele vai demolir a casa.
─ O teto está caindo! Jéssica! Eliseu! As paredes estão me esmag...
─ Alguém nos ajude estou preso.
─ Cof. cof. Socorro!

─ Neculai está aqui para levar o Sangue e o Desespero de vocês...
─ E agora Ronaldo? Estamos presos e o Neculai vai matar a gente. A Jessica está desacordada.
─ Temos os nossos celulares. Mire o celular nele.
─ Espera temos que ligar para alguém ou não funciona.
─ Neculai está tonto. Precisa se alimentar. Ele vai mesmo nos matar Ronaldo.
─ Espera! Alguém está ligando. ─ Alô!
─ Aqui é a Deise Day! Aponte o celular para o Neculai! Ele está fraco e pode matá-los se não fizer isso agora mesmo.
─ Não precisa pedir duas vezes! ─ Ligação para você Neculai!
─ Cuidado Ronaldo ele está correndo em sua direção... Sumiu!
─ Sim! Deu certo. Ele foi para casa. Minhas pernas ainda estão presas.
─ Vou tentar chamar ajuda no meu celular.
...
─ Fez um bom Trabalho Deise.
─ Tudo por você Neculai. O Ritual funcionou perfeitamente.
─ Logo todos vão querer fazer este ritual para receber a minha visita e assim posso convencê-los a ficarem do meu lado.
─ Seus olhos estão lindos e a sua boca... humm! Eles acreditaram que você estava fraco?
─ Eu não sei interpretar vampiros fracos, mas me balancei um pouco e consegui convencê-los.  O medo deles a morte da sua amiga possuída pelo demônio somado a aventura daquele instante, vai dar motivos para eles divulgarem ainda mais o Ritual.
─ Vai deixá-los vivos para divulgar seu idolatrado trabalho meu Neculai?
─ Libertei uma amiga deles. A Simone. Ela os matará em meu nome depois que eles divulgarem o meu ritual.
─ Eu sempre admiro seus planos Neculai.
─ Sim! Eu sou estupendo! Eu sou Neculai! Saúde a nova Era Neculai!



Por Adriano Siqueira



domingo, 15 de fevereiro de 2015

O Desespero ao Vivo - O Vampiro Neculai na TV


O Desespero ao vivo - Neculai na TV


─ Alô Neculai!
─ Sim, sou eu Karen! preciso do celular da sua amiga apresentadora do programa de TV. 
─ Tudo que quiser meu querido vampiro.
─ Quero que você a avise que hoje estarei no seu programa. Diga que é ordem do Dono da Emissora o Sr. Araujo. Ele vai concordar.
─ Deixa comigo meu doce vampiro o nome dela é Solange.
─ E seus olhos Karen? Como está se sentindo.
─ Quando você me devolveu a visão... Achei que eu só voltaria a enxergar normalmente, mas notei que existe algo mais. Vejo muito além de qualquer humano.
─ Sim isso foi um presente, mas é para ser usado com experiencia. você pode ver a aura dos humanos e também. fantasmas. Procure trabalhar em algo nesta área.
─ Tudo que você deseja Meu querido vampiro.
─ Você será sempre útil para mim. Mas nunca me aborreça.
─ Como quiser. Eu vou estar esperando você. Para sempre.
─ Agora vou para a TV. Serei uma celebridade. Divulgue minha participação neste programa entendeu.
─ Sim Neculai. Eu farei o meu melhor.
...

─ Alô! Solange? O programa já vai começar. Cadê você?
─ Estou no carro Valmir. Indo para o estúdio. Meu Deus! O Neculai tem meu número!
─ Ele ligou? Mas isso é estupendo! Sabia que você conseguiria. Ele aceitou participar do nosso programa de TV?
─ Você só pensa nesta porcaria de programa de TV Valmir? Ele pode me matar! Ele pegou uma amiga minha para ter meu número. Acho que ela está morta agora.
─ Calma Solange! Se este programa for líder de audiência a gente vai ficar rico. Imagina só. Neculai o Vampiro no programa de TV de frente com sua vitima. A unica que viu seu rosto. Lúcia.
─ Ela não foi a única. E ele pode matar a gente. Eu vou ligar para a polícia. Minha amiga não responde mais o celular.
─ Vem pra cá o programa começa em minutos.
─ Mas...
─ A sua carreira está em jogo Solange.
─ Seu desalmado. Só este programa maldito importa para você!
─ É o que nos faz ter a vida que temos. Já vi o seu carro chegando no estacionamento. Não desliga o celular. Quero falar com você até estar aqui. Não vou arriscar ter o Vampiro na linha antes do tempo.
─ Obrigado por sempre se preocupar comigo desgraçado.
─ Vamos ficar ricos Solange. Agora que já está aqui na minha sala, me dá o seu celular. Quero ficar com ele. Neculai pode ligar a qualquer momento.
─ Você é tão monstro quanto ele.
─ Se eu for mesmo ele vai gostar de mim. Seremos sócios se ele quiser. Agora venha comigo. O estúdio já está cheio e estão esperando a gente no palco. Pronto! Chegamos! Você está ouvindo os aplausos? Nós somos heróis Solange. Acene para o publico. Estamos na TV. Jorge ligue a câmera. Vou mostrar com o celular para que todos saibam sobre quem é nosso convidado de hoje.
─ Olá pessoal! Notaram que estou com o celular no ouvido? Hoje nosso convidado é o vampiro insano, assassino, louco... Estou falando do Neculai! Ele tem aterrorizado nossas vidas. Mas será que ele é mesmo o assassino? É o que veremos. Ontem eu já tinha anunciado que ele iria participar do programa e vejam só, parece que ele consegui o número da Solange e este é o celular dela. Hummm, Sera que você está assistindo a gente Neculai? Se estiver... A Lucia está aqui. Sua vitima que você deixou viva. Ela vai contar tudo sobre você. Tudo que você fez com ela e sua família. Você já está bem famoso vampiro, mas vamos dar uma chance para você. Está vendo este celular! É da Solange! Nós pretendíamos dar o número do nosso programa mas você preferiu o dela. Você é um vampiro esperto. E agora estou aqui com o celular dela... Será que você vai ligar?... 1... 2... 3...
─ Valmir! Valmir! Tem uma multidão fora do estúdio com muitas placas com o nome Neculai.
─ Não acredito Jorge! Não deixe eles entrarem aqui ou teremos um tumulto.
─ Não temos segurança suficiente para segurar todo este povo.
─ Não me interessa Jorge! Quero o Neculai aqui no programa. Feche todas as portas. O celular da Solange está tocando. Deve ser o ele.
─ Atenção pessoal. O celular está tocando... Silêncio na platéia.
─ Alô quem fala?
─  Neculai, e hoje não é o seu dia de sorte Valmir.
─  Ah... Nada como começar o nosso programa com uma ameaça do Neculai.
─ Você vai pagar pelo que faz.
─ Mas o publico quer isso. Eles adoram o que faço.
─ Você quer dinheiro. Não liga para os sentimentos de ninguém. Quer só audiência. Eu vou dar a audiência que merece.
─ Calma vampiro. É só responder umas perguntas apenas para o seu próprio público. Afinal embora você seja um assassino muita gente está gostando do que faz.
─ Eu posso salvá-los. Posso dar a eles a Escolha. Algo que você nunca teve Valmir. A Escolha de ser o que quiser sem precisar seguir as regras impostas por uma sociedade aniquiladora.
─ O que eu vejo Neculai é que você quer dominar apenas para saciar a sua sede de sangue causando desespero em todos.
─ Eu sou a fonte para dar sentido a esta vida perdida de vocês.
─ Você é um assassino que quer apenas acabar com a humanidade. Um Maniaco.
─ Então por que o seu público está me aplaudindo? Eles me querem. Sabem o poder que tenho.
─ Está vendo a Lúcia? Ela vai contar tudo sobre você.
─ Tem certeza que a Lúcia está em condições de falar?
─ Sim! é claro q... Meu Deus o que fez com ela?
─ Está pendurada com o pescoço quebrado no seu estúdio. Você é tão ingenuo Valmir. Estou sempre à frente dos pensamentos de vocês. Por isso gostam de mim. Sou o Neculai. Se o seu publico tiver algum problema. seja ele qual for. Estarei aqui para abraçá-los.
─ Você é um mentiroso. É um explorador. Eu não tenho medo de você Neculai. Eu o desafio a aparecer aqui! Mostre sua cara!
─ Se é o que deseja. Então coloque o celular no chão. Seu programa de TV baterá o Recorde de audiência.
─ Já está no chão!
─ Pare de gritar eu já estou aqui.
─ Onde eu não estou vendo?
─ Na sua platéia junto com a Solange... Estava conversando com ela e descobri muitas coisas Não é Solange?
─ Sim Neculai. Seus olhos são lindos.
─ Você queria dançar na Tv não é?
─ Sempre foi meu sonho Neculai. Vitor nunca deixou.
─ O Vitor não vai mais atrapalhar seus sonhos. É essa a liberdade que quero dar para vocês. Um dia todos vão entender.
─ Mas o que está fazendo ai Solange? Por que todo o publico está querendo abraçar o Neculai? E-eu não entendo esta loucura. Neculai é um assassino!
─ Eles me querem! E se você não entende então o seu show deve ter um fim.
─ N-ão. Você está usando estas pessoas.
─ Mas elas te querem. É o seu público. Eles querem tudo de você! Você não tem como escapar.
─ Afastem-se! Não toquem em mim! Ahhhh. Meu braço! Me soltem. Façam eles pararem Neculai.
─ Mas é isso que você quer. Contato com o seu público louco. Eles precisam de você. querem sentir o seu sangue.
─ Saiam! Me soltem! Socorro!
─ Este programa é um oferecimento "Sangue Bom" Ha Ha Ha
─ Me deixem sair! Estou sangrando. Alguém me ajude!
─ Isso sim é sentir o calor da platéia. Todos arrancando um pedaço de você. Um suvenir para levar para casa.
─ Me soltem!
─ Estou sentindo um cheiro de desespero no ar. Vamos interromper nossa programação para um lanche rápido. Meu nome é Neculai e este é o meu novo programa "Desespero" O convidado de hoje é o Valmir. Ele está desesperado tentando fugir da sua própria platéia. É algo que não resisto. Você ai de casa pode colaborar. Ligue para o número xxxx 004 se quer ver o Valmir ser meu jantar. ou ligue para xxxx 005 para salvá-lo e eu o deixo em paz.
─ Salvem-me!
─ Vamos ver... É Valmir. Você perdeu. Acho que hoje não é o seu dia mesmo.
─ N-não N-nãooooo!
─ O público sempre tem razão. Mas que delícia de Sangue!
─ Neculai deixe-me tocá-lo mais um pouco.
─ Só um pouco Solange. Tenho que organizar a passeata que vai mostrar para todos o meu poder. Mas você pode fazer um favor.
─ Tudo que quiser Neculai.
─ Dance em cima do cadáver do Valmir enquanto eu finalizo o programa.
─ Como quiser. Farei uma dança especial para você.
─ Estamos no final do programa. Espero que todos tenham aproveitado cada segundo. agradeço os convidados que sobreviveram e a audiência que me ama muito. Sangue e Desespero para vocês! Quero ouvir todos gritando meu nome!

─ Neculai! Neculai! Neculai!




Por Adriano Siqueira


Neculai, sangue e desespero - vídeo de agradecimento

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

O Desespero de um Sequestro



─ Foi mais fácil do que imaginei Cícero.
─ Sim Toninho. É só manter o magnata trancado e receber o dinheiro.
─ Meu celular está tocando. Deve ser alguém tentando negociar.
─ Alô! São os sequestradores?
─ Você é o contato da negociação? Qual o seu nome? 
─ Neculai.
─ É o seguinte. quatro milhões e o magnata sai com vida. hoje mesmo.
─ Tenho uma proposta melhor. Solta ele agora e vocês saem com vida.
─ Mas... Quem você pensa que é heim? O cara vai morrer! Toninho arranca a orelha do magnata para mostrar que não estamos brincando. E você ai Neculai! Tá escutando? Vamos cortar a orelha dele e a culpa é sua.
─ A orelha já está na mesa Cicero... mas não é dele.
─ O quê? Mas que diabos? Toninho? Cadê o Toninho? 
─ Ele está sem orelha e sem o dedo.
─ O que é que está acontecendo aqui. 
─ Acho que essa língua também é dele. Aposto que deu vontade de comer uma feijoada agora.
─ Seu desgraçado. O que fez com Toninho. Me responde!
─ Não vá para a o quarto onde deixou o magnata. 
─ Pro que não? você nao manda nada aqui! M-mas... Toninhoooo! Você enforcou o meu amigo! 
─ Sabia que iria gostar. Quer tirar uma selfie com ele e postar para os seus amigos? 
─ Desgraçado! Aparece agora ou mando bala no magnata.
─ E perder quatro milhões? 
─ Vai se ferrar. 
─ Sabe por que eu não arranquei sua orelha ainda? Porque quero que me ouça no celular. 
─ Eu vou matar você! Aparece agora seu covardeeeeaaaaaaggghhhh.
─ Mas posso cortar seus dedos. Assim não tem como atirar. 
─ N-nãaoo! Para com isso! Argghhh
─ Vai ficar difícil de pegarem suas digitais agora. Será que o nariz tem digital? 
─ Volta aqui! Volta para de ficar sumindo e aparecendo. Me enfrente como homem. 
─ Enfrentaria se tivesse algum homem aí, mas só estou vendo um sequestrador sem dedos. Vai ser um apelido e tanto na cadeia heim?
─ Eu vou matar você. 
─ Só se for de rir. O sangue do seu amigo estava muito bom. Será que o seu vai superar o dele? 
─ Não me toque maldito.
─ Vai ser difícil deixar você desesperado. Acho que vou ter que abandoná-lo nesta cabana preso, amordaçado, sem dedos e com o cadáver do Toninho.
─ Não... Me leve para um hospital. Eu vou morrer aqui você não pode me abandonar. Eu não quero morrer! Me ajudem! Socorrr... Ahhh
─ Hum. Este seu sangue... Cicero... olha. Parabéns. Você superou o Toninho. Gostei muito do seu sangue com desespero. 
─ Agora Vamos ver o que temos aqui. O Magnata. Deixe-me tirar a fita para você falar.
─ Por favor ligue para a polícia. 
─ Olha para mim Araujo! Acha que estou aqui para te salvar? acha que sou um super-herói? Eu vou falar e você vai ouvir entendeu?
─ C-certo. 
─ Eu sou Neculai. Sei que é dono de uma estação de TV muito famosa. Quero participar do programa noturno que tem lá sobre variedades. Entendeu? 
─ S-sim. 
─ Serei o convidado especial deste programa e ele não vai ser proibido por ninguém. Entendeu?
─ Será providenciado. 
─ Agora preste bem atenção Sr. Araujo. Eu tenho todos os contatos do seu celular. Todos! Eu vou matar cada um deles se este programa for interrompido de alguma maneira entendeu? 
─ Eu vou cumprir minha palavra. Cumpra a sua.
─ Só mais uma coisa. Se tiver qualquer imagem da passeata que será feita em meu nome. Deve colocar ela no ar. Não tente esconder esta passeata em suas matérias.
─ Está bem Neculai. Só peço que mantenha a palavra.
─ Você está livre. Saia do meu caminho.
...

─ Alô! Neculai... 
─ Seu tio vai me ajudar agora Deise. 
─ Que bom saber que seu plano continua tendo sucesso Neculai. 
─ Logo estarei na TV.
─ Eu vou amar. Posso tocar em seu rosto. 
─ Ainda estou com o sangue dos sequestradores em meu corpo. 
─ Eu não me importo. Seus olhos estão brilhando mais...  
─ É a fama. 


Por Adriano Siqueira

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O Discurso do Desespero


O Discurso do Desespero


─ Meus queridos amigos que apoiam sempre nossas passeatas. Meu nome é Nelson e quero agradecer todos vocês pela presença. Vamos organizar agora uma nova passeata. Quero algo novo. Algo por quem ninguém lutou. A passeata será pacifica! Na última reunião eu pedi que me produzissem um discurso. Gostaria de saber se vocês já conseguiram.

─ Sr. Nelson Meu nome é Deise Day e o discurso está no celular aí bem na sua mesa é só apertar o botão play.
─ Então pessoal, peço silêncio para ouvirmos o discurso.

_________________________________________________________________________________
O Discurso do Desespero
Por Neculai

─ Pelo conforto o homem deixou de lutar.

─ Pelo conforto o homem deixou de existir. 

─ Vocês chegaram ao topo da solidão.
─ A solidão é o maior motivo do consumo de vocês, do isolamento de vocês. 

─ Mastigam diariamente a sociedade e esquecem o que é humanidade.

─ Se preocupam com seus amigos virtuais mas nunca conversaram com o seu vizinho. 
─ Acredito até, que nunca dialogaram com o pessoal da sua rua, mas garanto que conhecem todas as personalidades enganosas e manipuladoras das suas redes sociais.
─ Colocam as suas fotos do seu "sucesso temporário" e assistem obsessivamente os aplausos enquanto recusam em atender os que pedem ajuda na sua porta. 

─ E quando o fazem, tiram fotos para ganhar aplausos.
─ Dão muito mais importância a vida virtual do que a própria. 

─ De todos os povos que conheci eu nunca tinha visto algo parecido.
─ Por serem aprisionados a sua falsa vida virtual, precisam consumir.

─ O consumo gera uma satisfação enganadora em todos vocês. 

─ A minha intensão é resgatar os poucos que sobraram desta humanidade.

─ Vocês perguntam se um ser, como eu, não abusaria de cada um de vocês. É claro que sim. 
─ O valor das suas vidas é nula. Seus princípios são errados. A forma de viver de vocês é deprimente e vergonhosa para qualquer povo.

─ Deixe-me contar como era a humanidade que conheci. 

─ Antigamente os humanos já nasciam com uma casa e um bom terreno para cuidar da sua família. 
─ Antigamente os humanos eram considerados imortais. Tinham o seu tempo de vida infinitamente maior do que existe hoje. Isso já não é mais permitido. Os humanos não são mais merecedores. Não tem mais valor. ─ Viraram uma raça em extinção. 
─ São agora o único povo que apenas se admira e se idolatra.

─ Deixaram-se dominar por seus governos. 
─ Deixaram-se levar por seu conforto e tudo foi arrancado de vocês sem perceber. 

─ Este humanos de hoje lutaram para conquistar o conforto. E em troca dele perdeu-se algo de muito valor. 
A vida. Não existe mais. Foi excluída e exterminada por vocês mesmo. 
─ Conseguiram se colocar em extinção. 

─ A vida, a verdadeira vida era a única coisa que os manteriam fortes e sábios. 

─ Os humanos são hoje uma copia imperfeita do que eram antes. 

─ Está cópia que vocês são, não lhes dá mais direito a nada. 

─ São vidas que já se perderam, Vidas que entraram em extinção. 
─ Deem uma boa olhada em sua volta. 
─ Perguntem-se. Seria para isso que a raça humana havia sido criada? 
─ Será que você merece os méritos de ser humano? 
─ Será que você é livre e pensa com liberdade. 

─ A raça humana perdeu o seu caminho e se perdeu. 
─ A humanidade deixou de existir.
─ Seus padrões sobre a vida é um conto de fadas. 

─ Mas podemos mudar isso. 
─ Podemos mostrar para todos que a humanidade pode renascer. 
─ A força e a saberia ainda está adormecida dentro de cada um de vocês e cabe a cada um de vocês despertá-la. 
─ É hora de escolher o que realmente querem. Conforto ou Liberdade? 

─ Mas antes de escolherem devo dizer que não sou seu libertador.
─ Sou apenas um vampiro que quer dar desconforto para cada um se sentir bem pequeno e bem insignificante ao ponto de não merecerem viver. 

─ Sabe aquela roda de amigos que se divertem na esquina da sua rua contando 
piadas e se divertindo entre si? 
─ Eles Vivem. 

─ Se você está olhando eles pela janela e reclamando deles, das risadas deles e vive sua vida fazendo reclamações em sua rede social. Então o que você tem não é vida. 
─ É ilusão que o conforto te dá.

─ Assim, vocês vão todos me ver como uma forma cheia de vida, cheia de razão e que veio até vocês para liquidar e arrancar esta vida medíocre que levam. 

─ Escolham logo. Vida ou Ilusão? Conforto ou Liberdade?

─ Despertem, Acordem é hora de colocar a humanidade no seu devido lugar. 

─ É hora de resgatar o mundo destes sequestradores da humanidade. 

─ É o momento de salvar a sua liberdade e tomar de volta o que é seu por direito. 

─ A sua imortalidade. O seu mundo.

─ Enquanto a sociedade viver este ilusório sistema onde o conforto é visto como a necessidade principal do ser humano, oprimindo completamente a verdadeira vida e liberdade que os seus ancestrais conquistaram, eu me permito sim, tomar todo o sangue e causar todo o desespero que está falsa humanidade merece. 
________________________________________________________________________________

─ Este discurso me deixou impressionado Srta. Deise Day, mas parece que o Sr. Neculai tem uma intenção muito forte de acabar com os cidadão e nosso sistema e não é isso que procuro. Mas o que está acontecendo com vocês? Por que estão aplaudindo este monstro. Ele é o vampiro assassino que todos estão procurando. Temos é que entregá-lo para as autoridades. Mandar este vampiro para a cadeia. Vocês não entendem. Ele pode destruir todos nós e.... M-mas... Srta. Deise por favor abaixe a arma e-eu sei que poderemos resolver isso pacificamente. V-você não pode levar isso em frente. É uma passeata para favorecer este assassino. - N-não! Quem é você? De onde veio... N-naaarrrgghhh.

─ Não sou um assassino Nelson. Eu vou apenas indicar o caminho certo para este povo tão perdido. Vocês podem confiar no Neculai. Eu tomarei o Sangue e Desespero dos homem que não merecem mais estar por aqui. Homens que colaboraram com a desgraça que vemos hoje. Vamos tomar de volta todo o sangue derramado em vão. Vamos causar desespero para conquistar o caminho certo.

"─ A Era do Neculai se inicia."





Por Adriano Siqueira


Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo