domingo, 20 de novembro de 2016

Não tenha medo - Contos de Vampiros - Adriano Siqueira




Não Tenha Medo
Por Adriano Siqueira

Um dia, um morcego tentou atravessar uma cerca de arame farpado. Ele rasgou as asas. A dor foi tão forte que ele nunca mais chegou perto da cerca.
Com o tempo ele descobriu que só atravessando a cerca iria para outro lugar com mais chance de sobreviver, mas o medo devorava a sua mente e isso o deixava cada vez mais afastado. ´
Até que uma noite um vendaval arrastou o morcego para o outro lado da cerca e ele finalmente viu o que havia do outro lado... Tinha muita comida e muitos morcegos amigos, mas o morcego não aguentou e morreu.
Ele já estava muito velho e viveu a vida toda com medo de atravessar uma cerca só porque se machucou na primeira vez.

Enfrente seu medo.

abraços
adriano siqueira

4 comentários:

Inominável Ser disse...

Atravessar o arame e se cortar para aprender, o sangue representando a maneira do aprender mais duro, pois facilidade não deve haver nos rumos qe seguimos quais Aprendizes Noturnos no Noturno Mundo De Noturno Alvorecer...

Agradeço, Adriano Siqueira, por acompanhar as minhas Covas; também estou a apreciar os vossos trabalhos e vou ler com calma A Deusa Dos Vampiros para poder, depois. comentar melhor.

Anônimo disse...

Sempre nos machucamos para aprender, crescer dói! Sem a dor não seremos felizes... viveremos largamente amargos e vazios!
Grande Adriano, nunca mais passastes em meu inferno...

Vampira Dea disse...

Eu estava precisando ler isso hoje.Obrigada.

Unknown disse...

Não importa o desafio a mudança sempre é bem vinda?