Clique no banner abaixo e conheça a Editora Collaborativa.

O Sangue dos Monstros - clique aqui

O Sangue dos Monstros - clique aqui
conheça mais sobre o livro O Sangue dos Monstros - 2018

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Matéria - Filmes de Comédia sobre Vampiros - Por Adriano Siqueira


A Comédia dos Vampiros
Por Adriano Siqueira


Ao contrario do que se acredita, nem só de sangue vivem e terror vivem os vampiros. Há também um lado alegre e bem humorado que atrai o público e os fãs do mundo todo para as salas de cinema e para as histórias em quadrinhos. Falo aqui das “comédias vampiricas”.

Um dos primeiros filmes a usar a comédia no mundo dos monstros fantásticos foi Meet Frankenstein (1948) com os comediantes Bud Abbott e Lou Costello. o filme se tornou um cult movie principalmente pelo retorno do ator Bela Lugosi encarnando novamente o seu personagem favorito, Drácula de 1931.
Anos depois, A Dança dos Vampiros (The Fearless Vampire Killers) – 1967 de Roman Polanski trouxe uma nova visão sobre o mundo dos vampiros. A atriz Sharon Tate é eternizada por este filme.
Já na década de 70 tivemos filmes muito bem produzidos na linha de Vampiros e Humor. Amor à Primeira Mordida (Love at First Bite) de 1979 com Gerge Hamilton, trouxe o vampiro a modernidade. Falido com o castelo na hipoteca teve que mudar para o Bronx em Nova York e como era apaixonado por uma modelo ele a persegue o filme todo.
Outro filme da década de setenta sobre vampiros e comédia foi Old Drácula 1974 (também chamado de Vampira) Filme com o ator inglês David Niven que também fez James Bond no filme Cassino Royale. Neste filme, Drácula tenta de várias formas trazer a sua amada a vida.
Nos anos 80 houve uma verdadeira avalanche de comédias sobre filmes de vampiros com muitos atores comediantes e cantores. Entre os filmes, podemos citar:
Procura-se Rapaz Virgem (Once Bitten). lançamento: 1985 com Lauren Hutton e Jim Carrey.
A Vampira de Bervely Hills (A Beverly Hills Vamp) 1988 com Eddie Deezen.
Doce Vampira (Nightlife, 1989). Com Ben Cross e Maryam D’abo.
Vampiro Adolescente (teen Vamp) 1988 com Karen Carlsen, Clu Gulager. Angie Brow.
Meu doce vampiro (Was a Teenage Vampire) 1988. Com Robert Sena Leonardo.
O Beijo do Vampiro (Vampire’s Kiss) (1988) com Nicolas Cage, Maria Conchita Alonso, Jennifer Beals.
Em 90 a onda dos Vampiros na comédia continuou e trouxe mais cantores para fazer participações especiais:
Rockula, 1990. Tem a participação e a trilha sonora de Thomas Dolby.
Vovô é um vampiro (Grampire, aka: Moonrise, aka: My Grandpa is a Vampire – 1991) 1991 com Al Lewis (os monstros).
Meu namorado é um Vampiro (Love Bites) 1993 com o cantor new romantic Adam Ant no papel principal.
Drácula Morto mas feliz, 1996 Leslie Nielsen e Mel Brooks. E este merece uma menção especial por ser o melhor filme de comédia sobre vampiros. No início do filme um livro é aberto mostrando várias gravuras sobre vampiros. Todas as gravuras do livro realmente existem.
Já na década de 2000 as comedias também demonstraram  sua força em filmes como:
Matadores de Vampiras Lésbicas (Lesbian Vampire Killers) 2009. Com  James Corden e Mathew Horne Fletch e Jimmy são forçados a tirarem férias por motivos pessoais. Eles encontram uma cidade habitada por vampiras.
Vampiros Anônimos (Vampires Anonymous) – 2003. Com Paul Popowich  e Michael Madsen . Um vampiro procura ajuda após morder a namorada para curar o seu vício por sangue.
Vampire Suck(Os Vampiros que se mordam) – 2010. Comédia que satiriza o filme Crepúsculo.

O que Fazemos nas Sombras - 2014
Filme de comédia que mostra o cotidiano de vários tipos de vampiros. Referências aos filmes de vampiros: Os Garotos Perdidos, Nosferatu, Drácula de Francis Ford Copolla, entre outros. 
A comédia é muito bem produzida e dirigida e interpretada pelo fantástico Taika Watiti e o filme é estilo documentário que mostra com muito humor os vampiros convivendo em uma mesma casa. Claro que existem muitos conflitos entre eles e diferenças entre um vampiro e o outro. É um dos melhores filmes de comédias que deve ser assistido. 
 
Em termos de produção nacional, a falta de filmes é compensada pelos trabalhos de Mauricio de Souza – com as aventuras em quadrinhos do Zé Vampir – e com Chico Anísio – no personagem Bento Carneiro, o vampiro brasileiro. Ambos os exemplos trazem o humor vampírico de uma forma genial e livre para as crianças.
Adriano Siqueira

Nenhum comentário:

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo